BESSA GRILL
Início » Esportes » Campeonato Carioca; Vasco derrota a Cabofriense

Campeonato Carioca; Vasco derrota a Cabofriense

Na próxima rodada, o Vasco receberá o Madureira, em São Januário. A Cabofriense vai encarar o Boavista, em Bacaxá.

1/02/2015 19:43

 

O lateral Christiano se apresentou e municiou o ataque vascaíno (Foto: Carlos Gregório Junior/Vasco.com.br)

O lateral Christiano se apresentou e municiou o ataque vascaíno (Foto: Carlos Gregório Junior/Vasco.com.br)

O Vasco, finalmente, conquistou sua primeira vitória na temporada. Em partida disputada neste domingo, no Moacyrzão, em Macaé, o time de São Januário derrotou a Cabofriense, por 2 a 0, na estreia das duas equipes no Campeonato Carioca. Os gols foram marcados por Bernardo e Marcinho, ambos no segundo tempo.

Mesmo sem realizar uma grande exibição, o time dirigido por Doriva mereceu o resultado por ter procurado o gol desde o início da partida. A Cabofriense adotou um padrão muito cauteloso e só decidiu partir para o ataque, depois de ficar em desvantagem no marcador.

Na próxima rodada, o Vasco receberá o Madureira, em São Januário. A Cabofriense vai encarar o Boavista, em Bacaxá.

O jogo – O Vasco começou a partida com um bom toque de bola, buscando se aproximar da área adversária, mas foi a Cabofriense que criou o primeiro momento de perigo, logo aos dois minutos, quando Fabrício Carvalho chutou rasteiro e Martín Silva fez uma boa defesa.

O lance não assustou o time comandado por Doriva que seguiu pressionando. Aos seis minutos, na primeira conclusão, Marcinho tentou encobrir o goleiro Luis Cetím, mas a bola subiu demais.

A marcação cruz-maltina impedia que a Cabofriense conseguisse sair da defesa e era obrigada a apelar para os chutões, permitindo que o Vasco logo retomasse a posse de bol. Aos nove minutos, em cobrança de falta nas imediações da grande área, Rodrigo chutou forte, mas a bola explodiu na barreira. Dois minutos depois, Bernardo fez lançamento para Marcinho nas costas da zaga,mas a bola não foi alcançada pelo atacante.

 

Bernardo (e) e Lucas celebram o primeiro gol cruz-maltino (Foto: Carlos Gregório Junior/Vasco.com.br)

Bernardo (e) e Lucas celebram o primeiro gol cruz-maltino (Foto: Carlos Gregório Junior/Vasco.com.br)

Logo depois, Marcinho, com um toque de calcanhar, tentou colocar Rafael Silva em condições de concluir, mas o atacante não conseguiu chegar e Victor Silva aliviou o perigo.

Só depois dos 15 minutos é que a equipe de Cabo Frio começou a se soltar dentro de campo e se arriscar mais no campo de ataque. O primeiro sinal foi um chute cruzado de Lenon que não levou perigo ao gol de Martín Silva.

Depois da parada técnica, o Vasco retomou a iniciativa de jogo e, aos 23 minutos, o lateral-esquerdo Christiano avançou e como não recebeu combate, arriscou de fora da área, mas a bola não levou perigo. Logo depois foi a vez de Bernardo, também sem sucesso, experimentar, de longe.

Mesmo sem mostrar o futebol dos primeiros minutos, o Vasco continuava dominando a partida, mas sem muita objetividade, o que dava uma relativa tranquilidade ao goleiro Luis Cetím.

Aos 28 minutos, Madson investiu pela direita e cruzou rasteiro na pequena área, mas Rafael Silva chegou atrasado para a conclusão. E aos 33, o Vasco quase marcou em cobrança de falta executada por Bernardo. A bola passou bem perto da trave direita da Cabofriense.

O time de São Januário voltou a pressionar em busca do primeiro gol e Bernardo, em cobrança de escanteio, quase marcou um gol olímpico, mas a bola saiu. Os rebotes eram todos da equipe cruz-maltina porque a Cabofriense se preocupava apenas em defender.

Aos 40 minutos, Christiano arrancou pela esquerda e cruzou para Marcinho que dominou e bateu, por cobertura, mas a bola bateu na zaga e saiu. A Cabofriense voltou a aparecer nas imediações da área adversária aos 42 minutos em chute cruzado de Amaral que foi defendido, com facilidade, pelo goleiro Martín Silva.

Aos 44 minutos, Bernardo fez grande jogada individual, se livrou de dois marcadores, mas foi derrubado na área. O árbitro mandou o jogo seguir.

O Vasco voltou para o segundo tempo com a mesma equipe e com a mesma disposição ofensiva. E acabou marcando o primeiro gol aos sete minutos. Montoya recuperou a bola na direita, se livrou da marcação e enfiou um passe perfeito para Bernardo que chutou forte, sem qualquer chance de defesa para o goleiro Luis Cetím.

Bernardo (e) e Lucas celebram o primeiro gol cruz-maltino (Foto: Carlos Gregório Junior/Vasco.com.br)

Bernardo (e) e Lucas celebram o primeiro gol cruz-maltino (Foto: Carlos Gregório Junior/Vasco.com.br)

Depois de sofrer o gol, a Cabofriense decidiu partir para o ataque. O técnico Alfredo Sampaio efetuou duas mudanças na equipe e adiantou o posicionamento dentro do campo. O time de Cabo Frio passou a rondar a área cruz-maltina, enquanto o Vasco tentava aproveitar os espaços para armar jogadas de velocidade.

Aos 17 minutos, em troca de passes rápidos, Bernardo lançou Rafael Silva que invadiu pela direita e chutou por cima, provocando a irritação dos companheiros de ataque que esperavam o lançamento.

O técnico Doriva decidiu tirar Montoya e Bernardo, o que provocou muita surpresa por parte da torcida vascaína, que esperava a saída de Marcinho, que se mostrava muito cansado e pouco participava do jogo. Ele só apareceu aos 33 minutos com um ótimo lançamento para Jhon Cley que evitou Arthur e tentou colocar a bola, mas não levou sorte na conclusão.

A Cabofriense desperdiçou sua melhor chance na partida aos 36 minutos. Após cruzamento da esquerda, Fabrício Carvalho, inteiramente livre, na pequena área, cabeceou para fora.

O Vasco deu a resposta com Yago que fez ótima jogada individual, na entrada da área, mas bateu para fora. A partida ficou inteiramente aberta e, aos 38 minutos, o lateral Jean Patrick, na sua primeira participação, arriscou de fora da área e quase surpreendeu Luis Cetím.

Aos 44 minutos, o Vasco definiu o resultado da partida. Marcinho arriscou de fora da área e teve a sorte de ver a bola desviar em Lenon e enganar o goleiro Luís Cetím.

cabofriense-x-vascoDivulgação/Vasco da Gama

·

Coube ao meia Marcinho anotar o segundo tento vascaíno (Foto: Carlos Gregório Junior/Vasco.com.br)

www.reporteriedoferreira.com  Gazeta PressMacaé (RJ)