BESSA GRILL
Início » Notícias » Belo paraibano sofre, mas derrota o CRB por 2 x 0 no Almeidão, pela série ” C “.

Belo paraibano sofre, mas derrota o CRB por 2 x 0 no Almeidão, pela série ” C “.

Equipe reecontra caminho das vitórias em jogo vencido na raça.

18/05/2014 01:22

partida_botafogo-pb_x_crb_-_serie_c_116_3Partida entre Botafogo-PB x CRB (Crédito: Élison Silva/ Voz da Torcida)

Botafogo-PB e CRB entraram em campo no Almeidão em duelo válido pela 4ª rodada da Série C. O Belo vinha de três empates seguidos, o último, pela Série C com o Salgueiro em casa. O time tinha 5 pontos em 3 jogos, ocupando a 3ª posição no grupo. Daí a necessidade da vencer para se estabilizar no G-4 do Grupo A. O CRB ainda não tinha vencido, somando apenas um ponto em dois jogos. Uma posição a frente do Z-2.

Com gols de Walter e Chapinha, o Belo derrotou o CRB. O Belo se consolidou no G-2 e o CRB permanece sem saber o que é vencer na Série C, correndo sério risco de entrar na zona de rebaixamento ao fim da rodada.

A equipe do Botafogo-PB veio para o jogo com algumas novidades, devido o desgaste físico que sofre o plantel. Alex Cazumba e Frontini voltaram ao time titular; Doda não se recuperou e Leomir seguiu no time titular; Aidar ficou no banco por opção de Vilar, Cléo em ótima fase seguiu na equipe; Pio e André Lima foram poupados, entrando na equipe Hércules e Walter.

Primeiro Tempo

O CRB começou melhor que o Botafogo-PB, a equipe jogava de forma compacta e agressiva, com mais posse de bola. O Botafogo-PB começou o jogo sonolento, disperso em campo, rifava muito a bola em ligações diretas que resultavam em bolas recuperadas pelo time do CRB. Os primeiros 15 minutos de jogo foram de pressão da equipe alagoana, Genivaldo trabalhou muito, mas conseguiu segurar o CRB.

A partir dos 15 minutos, o Belo conseguiu equilibrar o jogo, colocar a bola no chão e igualar as ações do jogo. Aos 17 minutos, no entanto o Botafogo-PB tomou um susto: Diego Rosa acerta uma bola na trave do alvinegro, porém já havia sido assinalado o impedimento.

Depois dos 20 minutos, o desgaste excessivo proporcionado pela maratona de jogos do Botafogo-PB trouxe suas consequências: duas substituições precisaram ser concretizadas, Ferreira e Cléo sofreram dores no músculo posterior da coxa e saíram para a entrada de Izaías e Lúcio Curió.

Aos 27 minutos Lenílson cruzou no segundo pau e Frontini cabeceou na trave de Julio Cesar. A partir daí o Belo começou a jogar melhor e pressionar a equipe do CRB. Porém, cada vez que o Belo chegava ao ataque, deixava um espaço enorme para o CRB, que aproveitava bem, obrigando Genivaldo a trabalhar: aos 39 minutos Diego Rosa lançou para Glaydson chutar, obrigando o paredão a fazer bela defesa. O Belo trocou passes e assim terminou o primeiro tempo no Almeidão: 0 x 0.

Segundo Tempo

No intervalo o Belo gastou sua última alteração, Chapinha entrou no lugar de Hércules. Logo no primeiro minuto o Botafogo-PB tirou o zero do marcador: Julio Cesar saiu do gol, um jogador do Belo o atrapalhou, fazendo-o soltar a bola nos pés de Walter, que não perdoou. A equipe do CRB reclamou de uma falta no goleiro, mas o gol foi validado.

Com a entrada de Chapinha, o meio campo do Botafogo-PB ganhou uma nova dinâmica, a equipe passou a jogar com mais intensidade, ofensividade e rapidez. Porém, em contra-ataque o CRB quase empatou, quando Gabriel cabeçeou obrigando o paredão a fazer mais uma bela defesa.

Aos 10 minutos a trave parou o Botafogo-PB: Leomir arrisca de longe, acertando uma bomba na trave, na quarta contra o Santa, ele já havia acertado a trave duas vezes. A partir desse lance, o jogo fica morno. O Belo jogava melhor, mas não conseguia nenhuma chance clara, assim como o CRB.

Aos 25 minutos, o CRB melhorou e passou a pressionar: Paulo Sérgio cruzou e Genivaldo rebotou, a bola bateu em um zagueiro do Belo e na sobra, Marcelo Macedo meio sem ângulo perdeu um gol quase feito.

Com o CRB melhor, o Belo começou a gastar tempo e segurar a bola, esperando pelo fim do jogo. Claramente o Belo estava sem fôlego para agredir o CRB. Aos 36 minutos Magno Alves recebeu o segundo amarelo e foi expulso. A partir daí, pressão total do CRB: logo no minuto seguinte Paulo Sérgio bate com precisão e Genivaldo, invencível, salva mais uma vez.

A CRB pressionou, martelou e aos 45 minutos em escanteio, o goleiro do CRB foi para a área tentar o empate. O Botafogo-PB tirou a bola e Chapinha conseguiu avançar até o gol, sem goleiro, para definir o placar: Botafogo-PB 2 x 0 CRB. Ao fim, ambas as equipes se queixaram muito da arbitragem.

Pós-Jogo

Com o placar, o Belo chegou aos 8 pontos e ocupa momentaneamente a segunda posição, atrás apenas do Fortaleza com 10 pontos, que empatou com o CRAC em Catalão. O CRB permanece com 1 ponto, ocupando a 8ª posição em 3 jogos disputados. 2 jogos amanhã e 1 na segunda encerram a 4ª rodada. Pela Série C, o Belo viajará ao Pará para enfrentar o Paysandu no dia 25 de maio. Um dia antes, o CRB viaja para o Ceará, onde duela com o Fortaleza.