BESSA GRILL
Início » Notícias » Bandidos sequestram filha de sargento da Polícia Militar da Paraiba

Bandidos sequestram filha de sargento da Polícia Militar da Paraiba

a jovem foi atendida no Trauminha em Mangabeira em estado de choque

17/01/2013 23:59

plantão-policia11

Filha de sargento é vitima de sequestro

 

Bandidos armados sequestraram, hoje (17), a filha de um sargento da Polícia Militar no momento em que ela passava com seu carro por uma rua do bairro do Geisel, na Capital. Ela, que tem 25 anos, foi obrigada a entrar na mala do carro e chegou a ser dopada pelos bandidos.

Segundo a polícia, a mulher foi aboradada por uma dupla em uma moto preta e, quando parou o carro, um dos sequestradores entrou no veículo e passou a dirigir por várias ruas da cidade. Antes de ser amarrada, entretanto, ela foi obrigada a entrar em um estabelecimento comercial para comprar as cordas com as quais seria amarrada e, aproveitando o fato de estar sozinha, avisou o fato ao atendente do estabelecimento.

Depois de circular por vários locais, ela conseguiu soltar as mãos e ligar para o pai, que ligou para o 190. Logo depois, ela recebeu uma ligação de policiais, informou que estava na praia de Jacarapé e em poucos minutos, várias viaturas chegaram ao local. Quando ouviram as sirenes, os bandidos fugiram e a mulher foi resgatada e levada para o Trauminha de Mangabeira.

Empresário acusado de estuprar menina de 12 anos é preso

Na tarde desta quinta-feira (17), o Grupo Tático Especial (GTE) da Polícia Civil de Sousa, cumpriu um mandado de prisão contra um empresário cajazeirense acusado de estupro. A prisão aconteceu no Distrito de São Pedro, Zona Rural de Santa Cruz, Sertão da Paraíba.

Conforme informações da Polícia Civil, o empresário Gerre Adriano Cândido Dantas, mais conhecido como ‘’Gerrinho’’, 23 anos, residente no Bairro Jardim Oásis em Cajazeiras, é acusado de ter estuprado uma garota de 12 anos no ano passado, na cidade de Santa Cruz.

O GTE conduziu o acusado até a Delegacia de Polícia Civil de Sousa e em seguida ele foi encaminhado para a Colônia Penal Agrícola do Sertão, em Sousa.

O mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara da Comarca de Sousa.

Da Redação (com Diário do Sertão)