BESSA GRILL
Início » Cidades » Após assumir relação homossexual, Daniela Mercury dispara contra Feliciano

Após assumir relação homossexual, Daniela Mercury dispara contra Feliciano

5/04/2013 00:10

No momento em que a luta pelos direitos homossexuais no Brasil voltou a ganhar destaque na mídia, a cantora baiana Daniela Mercury tornou pública sua relação com a jornalista Malu Verçosa. Na quarta-feira (3), Daniela publicou em suas redes sociais fotos românticas com a jornalista.

No mesmo dia, a cantora divulgou nota na qual cita o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara. O pastor tem sido alvo de manifestantes, que alegam que ele não representa as minorias por ter já feito declarações racistas e homofóbicas. No texto, Daniela assume tom de protesto contra o parlamentar:

4g34u7na9flefbds5xzhgoynl“Eu comuniquei meu casamento com Malu para tratar com a mesma naturalidade que tratei outras relações. É uma postura afirmativa da minha liberdade e uma forma de mostrar minha visão de mundo. Numa época em que temos um Feliciano desrespeitando os direitos humanos, grito o meu amor aos 7 ventos. Quem sabe haja ainda alguma lucidez no Congresso Brasileiro!”.

Ontem, após serem proibidos de participar de sessão da CDHM, manifestantes cantaram o hit de Daniela, Canto da Cidade, em frente ao Congresso. De acordo com o estudante de Direito Allysson Prata, um dos líderes dos protestos contra o deputado, é de “extrema importância” declarações como a que Daniela publicou.

— É de extrema importância uma declaração com essa. Daniela é uma celebridade e, com essa atitude, se coloca no papel do outro. Com o tempo, as pessoas vão se respeitando mais […] Para mim, essa postura foi muito bonita mesmo, tem que ser louvada.

A assessoria de Feliciano afirmou ao R7 que o pastor não quer falar com a imprensa, mas que teria feito a seguinte declaração ao ser procurado para comentar a decisão de Daniela Mercury: “É um assunto de foro íntimo dela. Que cada um se manifeste como quiser e que seja respeitada a sua decisão”.

Outros artistas mostraram insatisfação quanto à permanência de Feliciano à frente da comissão, como as atrizes Fernanda Montenegro e Thammy Miranda. No dia 25 de maço, artistas, políticos e ativistas participaram de um ato na ABI (Associação Brasileira de Imprensa) contra o deputado. Estiveram presentes o cantor e compositor Caetano Veloso, o ator Wagner Moura e a cantora Preta Gil.

Redação com R7.