Em entrevista à imprensa paraibana o presidente da ALPB, o deputado Adriano Galdino (PSB), disse, que a reforma administrativa da Casa deve mesmo ser votada na sessão de depois de amanhã, terça, no mais tardar quarta-feira. Ela vai reduzir gastos e extinguir mais de 500 cargos na Casa.

Galdino disse que a obrigatoriedade do ponto vai atingir 100% dos servidores, independentemente de níveis e setores, e que a parte de transparência vai levar todos os funcionários a terem seus setores e salários publicados e abertos ao público na internet.

O presidente explicou que dedicou as duas últimas semanas ao trabalho de apresentar as mudanças aos membros da Mesa e a todos os 36 deputados e que as lideranças de bancada também já foram todas orientadas sobre encaminhamento de votação em plenário.

“O projeto é uma adaptação do modelo existente na Câmara dos Deputados de Brasília, projeto que já teve a aprovação do Tribunal de Contas da União e que certamente vai colocar nossa Assembleia em melhores condições diante dos nossos controladores”, completou.

www.reporteriedoferreira.com.br/ Pbagora