BESSA GRILL
Início » Nacionais » Advogado baiano comemora centenário e é o mais velho do Brasil em atividade

Advogado baiano comemora centenário e é o mais velho do Brasil em atividade

18/07/2013 15:39

Edgar Silva completou, nessa quarta-feira (17/7), 100 anos de vida esbanjando vitalidade, saúde e amor pela profissão
Foto: Reprodução
Edgar Silva completou, nessa quarta-feira (17/7), 100 anos de vida esbanjando vitalidade, saúde e amor pela profissão

É da Bahia o advogado há mais tempo em atividade no Brasil. Com 75 anos de formação, seu Edgar Silva completou, nessa quarta-feira (17/7), 100 anos de vida esbanjando vitalidade, saúde e amor pela profissão. E, se depender de motivação e vontade, a atuação dele  no Direito não vai acabar tão cedo.

Nascido na cidade de Andaraí (BA), na Chapada Diamantina, antes de traçar o rumo pelos caminhos da advocacia, seu Edgar vivenciou outras experiências de trabalho desde cedo. “Fui empregado de uma farmácia por três anos, desde os 11 anos, quando fazia o curso primário”, conta. E foi aos 14 anos que ele chegou a Salvador, onde concluiu os estudos, antes de ingressar no ensino superior.

“Com vinte e poucos anos passei de primeira no vestibular da Faculdade de Direito da Bahia, onde hoje é o prédio da Ordem dos Advogados do Brasil”, lembra com orgulho seu Edgar. Aos 25 anos, o jurista centenário alcançou a grande conquista que iria definir o rumo da sua vida: a formação em Direito. Foi em 1939 que seu Edgar recebeu o diploma guardado por ele até hoje com carinho.

“Essa foi uma grande vitória para o resto da vida e da qual nunca esquecerei”, salienta. E se a profissão é exercida com amor, os frutos colhidos são ainda mais positivos. É desta forma que seu Edgar alcançou sucesso na profissão. “Modéstia à parte, de dez casos eu perdia um. Sempre fui um vencedor. Eu considero todos os processos que atuei uma vitoria”, diz o jurista.

Hoje, com cinco filhos criados, todos do primeiro casamento, dez netos e oito bisnetos, seu Edgar segue em plena atividade advogando nas áreas agrária e de família. “Trabalho umas 8 horas por dia. Vou ao Fórum  Ruy Barbosa, ao Tribunal de Justiça e Justiça Federal”, explica o advogado, que atualmente trabalha em um escritório em casa.

Para ele, o segredo de tanta vitalidade é o trabalho. Mas a prática de esportes lhe ajudou a manter uma boa saúde. “Fui campeão de basquete no colégio São Salvador. Também joguei futebol”, conta. Agora, aos 100 anos, o objetivo de seu Edgar é um só: “Só quero continuar trabalhando ao lado da minha família e com o carinho de todos eles”.

Tribuna da Bahia