BESSA GRILL
Início » Notícias » Ação das Polícias Civil e Militar prende 12 em Bayeux

Ação das Polícias Civil e Militar prende 12 em Bayeux

11/07/2013 06:41

prisão_de_12_elementos__Bayeux__11_07_2013_056As Polícias Civil e Militar deflagraram uma operação, na manhã desta quinta-feira (11), na cidade de Bayeux, região metropolitana de João Pessoa. A ação consiste na saturação da área e na presença permanente das polícias no local, por tempo indeterminado, a fim de prevenir crimes contra a vida e tráfico de drogas no município.

Segundo o delegado de Repressão a Entorpecentes, Allan Terruel, foram cumpridos 18 mandados de prisão – dos quais cinco eram presidiários – e três de apreensões. Na ação coordenada pelo delegado Allan Murilo Terruel, foram presos Wagner Rodrigues dos Santos (presidiário do Roger); Elidavydfon Fernandes Silva (presidiário da Cadeia Pública de Bayeux); Hercules Ferreira de Sousa (presidiário do Roger); Luan da Silva Santos (presidiário do Silvio Porto); Davi Gomes da Silva (presidiário da Cadeia Pública de Bayeux); Bruno dos Santos; Cleudo Vieira da Silva Filho; Patricia Pereira de Sousa; Vantchekson da Conceição Alves; Marconi dos Santos Monteiro; Ivamberto Rodrigues do Nascimento; Wellington Santos da Silva; Josenildo da Silva; Luan Gomes da Silva; Thiago Pereira da Silva; Edson Frankin da Silva Simões; Joserlani Bezerra da Silva.

A policia também encaminhou um mandado de prisão de Genildo Fabio Crispim, que cumpre pena no Presídio Federal de Catanduva São Paulo.

O delegado Allan Murilo Terruel afirmou que os acusados eram integrantes de uma organização criminosa que atuava na região de Bayeux e que a operação desta quinta-feira, em parceria com a Polícia Militar, é uma forma de desarticular esquemas do crime e mostra que a polícia está atenta e continuará investigando rigorosamente.

Allan Murilo era o coordenador da operação, juntamente com o major Carlos Magno, comandante do policiamento militar na cidade, para quem a ação conjunta mostra que o trabalho de investigação e repressão ao crime é intenso. Foram utilizadas 15 viaturas da Polícia Militar.

 

 

 

 

da Secom