BESSA GRILL
Início » Notícias » 72 votos decidem hoje se FPF terá renovação ou “comando” de Rosilene

72 votos decidem hoje se FPF terá renovação ou “comando” de Rosilene

12/12/2014 00:31

 

201412120107150000002864Setenta e dois votos representando 63 entidades – 23 clubes profissionais, 13 ligas e 27 clubes amadores – começam a decidir a partir das 8 horas desta sexta-feira os destinos do Futebol paraibano. Os candidatos Amadeu Rodrigues, Coriolano Coutinho e João Pessoa pela ordem alfabética são os nomes da disputa que, nos bastidores se traduzem entre construir a renovação no comando da Federação Paraibana de Futebol ou manter a influência da ex-presidenta Rosilene Gomes. o Portal WSCOM trouxe entrevistas exclusivas com os três candidatos.

A disputa para renovação da diretoria da FPF acontece após a juíza Renata Câmara, da 8ª Vara Civel de João Pessoa ter acatado ação do Auto Esporte Clube determinando o afastamento da então presidente Rosilene Gomes sob argumentos de que houvera fraude nas eleições de 2010.

A eleição desta sexta-feira retoma o processo de disputa 25 anos depois da Federação não conhecer o que era processo eleitoral dado as vitorias seqüenciadas da ex-presidente.

COMO ESTÁ  – Embora exista a candidatura de João Máximo Malheiros como terceira via ou alternativa em face da postura critica que faz, a eleição está sendo disputa mais fortemente entre os candidatos Coriolano Coutinho e o ex-vereador Amadeu Rodrigues.

O primeiro se afirmou como candidato de Oposição propondo mudanças fortes no comando e nas políticas de relacionamento com os clubes e ligas desportivas ainda prometendo modernização na estruturação dos campeonatos e da própria gestão da FPF garantindo acesso compartilhado dos filiados na construção da nova fase.
Amadeu Rodrigues representa o espólio e a linha de atuação da ex-presidenta Rosilene pois esta é, nos bastidores, a principal avalista da candidatura do ex-vereador de João Pessoa.

Durante a campanha, existiram impugnações e acusações de interferência externa no processo eleitoral em face do candidato de Renovação ser irmão do governador Ricardo Coutinho, mas ambos reagiram negando qualquer envolvido oficial.

Os dois candidatos revelam ter números favoráveis, mas o de Renovação diz ter votos com alguma folga.

www.reporteriedoferreira.com Por Wscom