BESSA GRILL
Início » Entretenimento » 5 exageros que cometemos na cama; Nem sempre “mais” é sinônimo de “melhor”

5 exageros que cometemos na cama; Nem sempre “mais” é sinônimo de “melhor”

19/05/2014 00:08

 

exagero-600x400

Nem sempre “mais” é sinônimo de “melhor”

Você transou com uma garota e, alguns dias depois, ela quer repetir a dose? Isso significa que você está fazendo a coisa certa, obviamente. Mas muitas vezes somos dispensados sem ao menos saber o porquê.

A explicação para isso? Estávamos fazendo algo que a garota não gostava — e ela não teve coragem de dizer. Para tentar agradar, muitas vezes nós pecamos pelo exagero, transformando a transa num negócio interminável e tedioso.

Para te ajudar a escapar desta armadilha, conversamos com algumas mulheres para saber quais são os principais erros desta natureza que cometemos na cama. Basicamente são estes:

1# Insistir no sexo oral

Apesar de gostarem muito, as mulheres nem sempre estão na vibe do sexo oral. Elas são diferentes de nós, que aceitamos um em qualquer situação, onde quer que estejamos.

Os motivos? São muitos. Talvez por não estar com a depilação em dia; ou porque saiu de uma sessão de spining e não teve tempo de tomar uma ducha; ou simplesmente pois está com vontade de ir direto ao ponto. Isso sem contar, é claro, o período menstrual.

Se ela resistir ao oral, então, não insista — e nem queira saber o motivo.  Apenas siga em frente.

2# Prolongar demais

Se elas gostam de sexo? Claro. Mas passados os 15 ou 20 minutos de penetração, ela já pode estar querendo ver os créditos passando, principalmente se teve um orgasmo. Portanto, prolongar demais pode fazê-la pensar que está fazendo algo errado ou deixá-la preocupada com o ardor do dia seguinte.

Se perceber que o sexo vai durar mais do que o esperado, então, deixe que ela saiba disso. E não seja cruel dizendo que está quase lá, sendo que você ainda não sentiu o menor indício do comichão. Vocês podem tentar formas alternativas para finalizar a brincadeira, também. Gozar com um oral ou uma masturbação feita por ela não é tão desastroso, assim.

Se preferir, dê uns cinco minutinhos a ela e recomece. Uma dica é ter um lubrificante sempre à mão. Isso pode ajuda-la a aguentar um pouco mais.

3# Elogiar muito

Mulher gosta de saber que está te satisfazendo — ou que pelo menos está no caminho certo. Mas nem pense em compará-la com outras transas que você já teve, dizendo que ela foi a melhor.

Coisas do tipo “nenhuma mulher jamais fez isso comigo antes” devem ser evitadas. Se ela perceber que está sendo comparada com as outras, as coisas podem não sair como planejado. Fique nos elogios mais comuns, do tipo “você é uma delícia”.

E certifique-se de que o elogio não a faça sentir-se uma atriz pornô.

4# Exagerar na fantasia

Se ela comentar de alguma fantasia que gostaria de experimentar (como ser amarrada na cama ou dar uma rapidinha no toalete de uma festa) significa que a ideia a deixa excitada ou que a desperta alguma curiosidade.

Você pode trabalhar isso, mas não significa que ela pretenda fazer na mesma hora, talvez quando tiver uma oportunidade. Numa situação dessas, vá com calma. Aparecer com uma sacola cheia de algemas, mordaças e outros apetrechos sem consultá-la previamente não é uma boa ideia.

Lembre-a do que ela te disse antes e, depois, pergunte se gostaria de fazer um tour num sex shop e ver se realmente quer levar a fantasia adiante.

5# Abusar da linguagem suja

No caso de algumas mulheres, usar o dirty talk pode funcionar bem. Mas se você exagerar na dose, talvez soe inapropriado ou ofensivo. A coisa flui quando você consegue manter um diálogo com ela. Se você perceber que é o único falando na cama, o melhor é dar uma pausa.

Do Ig