Início » Internacional » Trump diz que Kim Jong-un honrará ‘contrato’ firmado

Trump diz que Kim Jong-un honrará ‘contrato’ firmado

Coreia do Norte recentemente disse que negociações com os EUA eram 'preocupantes'.

9/07/2018 17:46 45 views
 
 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, manifestou nesta segunda-feira (9) sua “confiança” em que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, honrará o “contrato” firmado por ambos em seu histórico encontro de 12 de junho em Singapura.

“Confio em que Kim Jong-un honrará nosso contrato firmado e, mais importante, nosso aperto de mãos”, declarou Trump em uma mensagem no Twitter, na qual também sugeriu que a China pode estar exercendo uma “pressão negativa” sobre esse entendimento.

 

I have confidence that Kim Jong Un will honor the contract we signed &, even more importantly, our handshake. We agreed to the denuclearization of North Korea. China, on the other hand, may be exerting negative pressure on a deal because of our posture on Chinese Trade-Hope Not!

 

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, afirmou neste domingo (8) que a Coreia do Norte “reafirmou seu compromisso com a desnuclearização” durante sua recente visita ao país.

Pompeo disse que as conversas de quinta (5) e sexta-feira (6) foram “muito produtivas”, desenvolvidas com “boa fé” e continuarão nas próximas semanas, acrescentando que Pyongyang concordou com a destruição de uma instalação de mísseis.

O chefe da diplomacia americana fez estes comentários durante uma entrevista coletiva em Tóquio, ao lado dos ministros das Relações Exteriores do Japão e Coreia do Sul, que também afirmou que as sanções sobre Pyongyang seguirão vigentes até sua total desnuclearização.

A agência de notícias oficial da Coreia do Norte, a KCNA, no entanto, classificou o resultado da conversa com a delegação americana como “extremamente preocupante”, acusando-a de insistir na desnuclearização completa, verificável e irreversível. O objetivo inicial da reunião para os americanos era estabelecer uma agenda detalhada para esse processo.

 
Kim Jong-Un e Donald Trump se cumprimentam durante reunião ao lado de assessores, em Singapura, na terça-feira (12) (Foto: Kevin Lim/The Straits Times via AP)

Kim Jong-Un e Donald Trump se cumprimentam durante reunião ao lado de assessores, em Singapura, na terça-feira (12) (Foto: Kevin Lim/The Straits Times via AP)

 

O “caminho mais rápido” para alcançar uma península coreana livre de armas nucleares seria por meio de uma abordagem gradual em que ambos os lados tomassem medidas ao mesmo tempo, disse a KCNA, em um comunicado citando um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores.

“A atitude americana e as posições tomadas durante as discussões de alto nível na sexta-feira e sábado foram extremamente lamentáveis”, declarou o ministério das Relações Exteriores norte-coreano, em comunicado citado pela agência de notícias sul-coreana Yonhap.