BESSA GRILL
Início » Internacionais » Putin e Papa Francisco discutem situação na Ucrânia

Putin e Papa Francisco discutem situação na Ucrânia

4/07/2019 10:12
A Rússia opõe-se à separação da Igreja Ortodoxa da Ucrânia

Foto
A Rússia opõe-se à separação da Igreja Ortodoxa da Ucrânia LUSA/EVGENIA NOVOZHENINA / POOL

O Presidente russo, Vladimir Putin, vai encontrar-se esta quinta-feira com o Papa Francisco, um dia antes de os líderes católicos da Ucrânia se reunirem no Vaticano para discutirem a crise religiosa no país e por entre especulações de que estará a ser preparada a primeira viagem de um Papa à Rússia.

Putin, que já se encontrou com Francisco em duas ocasiões, deverá chegar ao Vaticano ao início da tarde, no âmbito de uma visita-relâmpago a Itália quetambém inclui encontros com líderes políticos italianos.

A Ucrânia continua a ser um assunto sensível nas relações entre o Vaticano e a Rússia, e deverá ser um dos principais pontos na agenda da reunião entre Vladimir Putin e o Papa Francisco.

No último encontro entre os dois líderes, em 2015, o Papa pediu ao Presidente russo que fizesse “um esforço sincero” para alcançar a paz na Ucrânia e ajudar a travar os combates entre as forças do Governo ucraniano e os rebeldes separatistas pró-russos na zona Leste do país.

Na sexta-feira, os líderes da Igreja Católica na Ucrânia e do Vaticano dão início a uma ronda de encontros que vai durar até sábado e que tem como objectivo discutir os problemas no país.

O mundo religioso ucraniano foi abalado no ano passado pela decisão da Igreja Ortodoxa da Ucrânia, que durante séculos esteve debaixo do controlo da Igreja Ortodoxa Russa, de se declarar independente.

A Rússia opõe-se ao estatuto independente da Igreja Ortodoxa da Ucrânia e acusa os seus responsáveis de terem motivações políticas e não religiosas.

Depois do encontro com o Papa Francisco, Putin vai reunir-se com o primeiro-ministro e com o Presidente de Itália e participar numa conferência sobre as relações entre os dois países no Ministério dos Negócios Estrangeiros.