BESSA GRILL
Início » Internacionais » Premiê de Israel envia conselheiro aos EUA para discutir acordo com Irã

Premiê de Israel envia conselheiro aos EUA para discutir acordo com Irã

Netanyahu manteve críticas ao acordo provisório na questão nuclear. Acordo alivia sanções internacionais sobre Teerã.

26/11/2013 01:45
israel

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, anunciou nesta segunda-feira (25) o envio de seu conselheiro para a segurança nacional para os Estados Unidos para discutir o futuro acordo final sobre a questão nuclear iraniana.

“Eu ficaria feliz em poder me juntar às vozes em todo o mundo que saudaram o acordo de Genebra. É verdade que a pressão internacional que nós exercemos trouxe um resultado melhor do que o originalmente esperado, mas continua a ser um mau acordo”, declarou Netanyahu ao Parlamento.

“Ele reduz a pressão sobre o Irã sem receber nada tangível em troca”, considerou o primeiro-ministro, segundo o texto de seu discurso divulgado pelo seu gabinete.

“Falei ontem com o presidente (dos Estados Unidos, Barack) Obama e concordamos que nos próximos dias uma delegação chefiada pelo conselheiro de Segurança Nacional Yossi Cohen irá aos Estados Unidos para discutir o acordo final com o Irã”, acrescentou.

“Este acordo deve conduzir a um resultado: o desmantelamento da capacidade nuclear do Irã”, insistiu Netanyahu, recordando as declarações feitas na última semana pelo líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, defendendo “os direitos nucleares do Irã” e condenando “o regime sionista à extinção”.

“Reafirmo o meu compromisso, como primeiro-ministro de Israel, evitar que os líderes do Irã alcancem a capacidade de destruir o Estado de Israel”, prometeu.

O presidente Obama convidou no domingo Netanyahu a discutir o acordo sobre a questão nuclear iraniana e propôs consultas sobre este assunto.

Netanyahu criticou no domingo, especialmente os Estados Unidos, pelo acordo alcançado em Genebra, chamando-a de “erro histórico”.

G1