Dolores Leis Antelo foi fotografada para a reportagem de um jornal, que queria retratar sua vida simples na fazenda
Reprodução/Twitter

Dolores Leis Antelo foi fotografada para a reportagem de um jornal, que queria retratar sua vida simples na fazenda

O sucesso da espanhola Dolores Leis Antelo não foi algo planejado. Moradora da Galícia, a camponesa posou para o jornal  La Voz de Galicia para uma reportagem sobre a sua vida simples no interior, plantando batatas. Contudo, seu retrato ganhou as redes sociais quando alguns internautas perceberam um inusitado detalhe: ela seria parecia com o presidente americano Donald Trump.

De acordo com a revista  Time , a “semelhança” entre  Trump  e Antelo surgiu de algumas características físicas da mulher, como a cor clara de seu cabelo e a pele bronzeada. Logo, muitos usuários perceberam os atributos e não pensaram duas vezes antes de afirmar que aquela seria a “gêmea perdida” do presidente.

Aos 64 anos, a camponesa disse: “parece que minha foto chegou a lugares muito distantes. Eu acredito que é por causa da cor do meu cabelo”. Além disso, ela também declarou que não se importar com o fato de ser conhecida, não tem um aparelho celular e se informa sobre o caso a partir do que suas filhas lhe mostram. 

“Elas dizem que eu vou ser famosa, mas eu não entendo nada disso”, declarou à jornalista Paula Vázquez, que tirou a fotografia. O presidente dos Estados Unidos não se declarou sobre a situação.

Donald Trump de cera

Se Antelo nunca teve a intenção de ser conhecida por sua semelhança com o líder, o contrário aconteceu no ano passado em um museu em Shenyang, na China. O Hagan Wax Museum  criou uma estátua de cera para homenagem o homem em sua primeira visita ao país, porém, o resultado não saiu como esperado. 

Mais magra e penteada que o normal, a estátua se assemelha pouco ao republicano . O corpo é menor que o natural e falta-lhe o topete característico. Nas redes sociais, fotos da estátua de cera viraram motivo de piada.

“Os cara do museu de cera de Shenyang miraram no Donald e acertaram no Roberto Leal”, escreveu um internauta no Twitter. “E na estatua de cera em exibição em Shenyang, ele parece o Ted Boy Marino”, comparou outro.

Além da pouca semelhança com o presidente dos Estados Unidos, a exposição da obra traz outra curiosidade:  Trump  não é exibido em um contexto político, mas de Hollywood.

www.reporteriedoferreira.com.br  Por Ig