BESSA GRILL
Início » Internacionais » Explosões em Tianjin na China; sobe para 104 o número de mortos

Explosões em Tianjin na China; sobe para 104 o número de mortos

21/08/2015 00:04

Subiu para ao menos 104 o número de mortos após as explosões gigantes em um armazém de produtos químicos na cidade de Tianjin, divulgaram neste sábado (15) autoridades chinesas.

Bombeiro chinês ajusta sua máscara enquanto espera para começar a atuar em área atingida por explosões em Tianjin, China
AP

Bombeiro chinês ajusta sua máscara enquanto espera para começar a atuar em área atingida por explosões em Tianjin, China

Desabrigados que se instalaram em escola desde quarta-feira (12), quando o desastre ocorreu, foram instruídos pelos bombeiros a saírem usando máscaras e calças compridas. Isso porque há o temor de que a área pode ter sido contaminada por produtos químicos.

Irritados, parentes de bombeiros desaparecidos invadiram uma coletiva de imprensa do governo para exigir informações sobre os seus entes queridos, que não foram encontrados desde o incêndio e a rápida sucessão de explosões de quarta no armazém para produtos químicos perigosos.

Um número desconhecido de bombeiros continua desaparecido e houve um total de 720 feridos no desastre em Tianjin, um porto e petroquímica hub chave a cerca de 120 quilômetros a leste de Pequim.

Assista à explosão:

O desastre levantou questões sobre se produtos químicos perigosos estavam sendo armazenados muito perto de complexos residenciais e se os bombeiros podem ter provocado novas explosões, possivelmente porque eles não tinham conhecimento do armazém continha produtos químicos inflamáveis em contato com água.

As explosões maciças de quarta-feira aconteceram cerca de 40 minutos depois de relatos de um incêndio no armazém e depois de uma onda inicial de bombeiros chegarem e, supostamente, encharcarem algumas áreas com água.

Neste sábado, autoridades tiraram um sobrevivente de um contêiner, informou a mídia estatal. Sua identidade não foi imediatamente conhecida. A televisão mostrou o homem que está sendo retirado do local por um grupo de soldados que usa máscaras de gás.

Autoridades estavam mantendo moradores, jornalistas e outras pessoas não envolvidas na resposta a desastres no exterior a um raio de 3 km em torno do local das explosões para levar a cabo o que a imprensa disse pode ter sido contaminado pelos produtos químicos como cianeto de sódio, um produto tóxico que se torna combustível em contato com a água ou até mesmo o ar úmido.

Imagens obtidas por meio de vídeo fornecido por Dan Van Duren mostra explosões em armazém de Tianjin, China (12/08)
AP

Imagens obtidas por meio de vídeo fornecido por Dan Van Duren mostra explosões em armazém de Tianjin, China (12/08)

Novas chamas foram vistas neste sábado e explosões foram relatadas por testemunhas e a mídia estatal. Em um caso específico, fumaças pesadas de um incêndio engoliram vários carros e se ergueram a cerca de 10 metros, acompanhados por pelo menos cinco explosões.

www.reporteriedoferreira.com  *Com AP e BBC