BESSA GRILL
Início » Internacionais » EUA oferece US$ 10 milhões a quem revelar autores de ataque na Líbia

EUA oferece US$ 10 milhões a quem revelar autores de ataque na Líbia

Ofensiva em Benghazi matou 4 americanos em setembro do ano passado. Premiação não foi revelada antes por questões de segurança.

16/11/2013 04:55

 

Departamento de Estado dos Estados Unidos ofereceu uma recompensa de US$ 10 milhões pela localização de qualquer um dos autores dos ataques no ano passado à missão diplomática americana em Benghazi, no leste da Líbia, que deixaram quatro americanos mortos, incluindo o embaixador.

Líbia

“Desde janeiro deste ano, o programa de recompensas oferece até US$ 10 milhões por informações que levem à prisão ou condenação de qualquer um dos envolvidos nos ataques de setembro de 2012 em Benghazi”, disse nesta sexta-feira à AFP um porta-voz do Departamento de Estado.

Essa premiação não tinha sido divulgada ao público antes por questões de segurança, de acordo com o Departamento de Estado.

Vários milicianos fortemente armados atacaram a missão diplomática em Benghazi no dia 11 de setembro do ano passado e também usaram foguetes e morteiros contra um edifício utilizado pela CIA.

O embaixador Chris Stevens morreu nos ataques junto com outros três funcionários diplomáticos e de segurança.

Stevens, um popular diplomata que falava árabe fluentemente, foi o primeiro embaixador americano assassinado no desempenho de suas funções nas últimas três décadas, em um fato que comoveu a opinião pública dos Estados Unidos e gerou uma crise para o governo do presidente Barack Obama.

Chamas tomam conta do consulado americano em Benghazi (Foto: Esam Al-Fetori/Reuters)

Chamas tomam conta do consulado americano em Benghazi (Foto: Esam Al-Fetori/Reuters)

G1