BESSA GRILL
Início » Internacionais » Estado Islâmico destrói parte do Templo de Bel, na Síria

Estado Islâmico destrói parte do Templo de Bel, na Síria

Rebeldes alvejaram símbolo religioso histórico da cidade de Palmira. Grupo tem demolido monumentos que considera sacrilégios.

30/08/2015 18:57

 

estadoislamico_palmiraEstado Islâmico divulgou imagens da destruição de
outro templo na Síria anteriormente (Foto: Estado
Islâmico nas redes sociais via AP)

O grupo radical Estado Islâmico (EI) destruiu parcialmente o Tempo de Bel, símbolo religioso localizado no sítio arqueológico de Palmira, na Síria, afirmou neste domingo (30) um grupo de monitoramento do conflito. Ativistas nas mídias sociais também mencionaram a destruição do templo, um dos mais importantes da histórica cidade.

O tamanho do estrago no Templo de Bel ainda não é conhecido, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Este é foi segundo templo antigo atacado peloEstado Islâmicoem Palmira neste mês. Antes, o grupo havia detonado explosivos em Baalshamin, no dia 25 de agosto, em ato que a Unesco classificou como crime de guerra motivado para aniquiliar a herança de diversidade cultural síria. Na oportunidade, o EI chegou a divulgar fotos do ataque em sua conta em uma rede social.

O Estado Islâmico tomou Palmira das forças do governo sírio em maio, em uma rápida ofensiva, e agora controla rigidamente a comunicação na cidade, segundo ativistas. Além de praticar assassinatos em massa, o grupo radical, que proclamou um califado no território que mantém entre a Síria e o Iraque, tem constantemente demolido monumentos que considera sacrílegos.

www.reporteriedoferreira.com G1