BESSA GRILL
Início » Internacionais » Dezenas de milhares protestam contra o casamento gay na França

Dezenas de milhares protestam contra o casamento gay na França

Sob liderança religiosa, manifestantes chegam à capital francesa de ônibus, carros e trens reservados para mostrar oposição a plano de presidente de legalizar união homossexual

13/01/2013 16:36

casamento gay

AP

Vista a partir da Torre Eiffel mostra milhares reunidos em Paris para protestar
contra plano de presidente de legalizar casamento gay

Dezenas de milhares de manifestantes se mobilizaram contra o plano do presidente da França delegalizar o casamento gay , chegando a Paris de ônibus, carros e em trens de alta velocidade especialmente reservado para a ocasião.

Julho:  França aprovará casamento gay e adoção por casais homossexuais em 2013

A polícia espera que 300 mil marchem em direção à Torre Eiffel vindos de três pontos diferentes da cidade, bloqueando o tráfico e fechando estações de metro por horas, no que pode ser a maior manifestação na cidade em uma década.

O presidente François Hollande prometeu legalizar o casamento gay até junho, permitindo aos casais do mesmo sexo proteções que lhes permitiriam adotar crianças, entre outras coisas. Ele tem votos suficientes no Parlamento para aprovar a medida facilmente.

O presidente enfureceu muitos opositores ao tentar passar a reforma no Parlamento sem muito debate público e vacilou sobre alguns detalhes da reforma. O modo desajeitado como lidou com outras promessas, como o imposto de 75% sobre os ricos que foi considerado inconstitucional, ou sua luta vacilante contra o desemprego crescente, azedou o humor do público.

Sob liderança religiosa, a proposta tornou-se incrivelmente impopular na França. Cerca de 50% dos franceses são favoráveis à legalização do casamento gay, número que chegava a 65% em agosto.

Cinco trens de alta velocidade, 900 ônibus e inúmeros comboios de carros deixaram cidades na província, muitos antes do amanhecer, em direção aos três pontos da capital francesa para as marchas.

AP

Manifestantes se beijam durante marcha em Paris para protestar contra plano de presidente de legalizar casamento gay

Fortemente apoiados pela hierarquia católica, ativistas mobilizaram uma coalizão híbrida de famílias religiosas, políticos conservadores, muçulmanos, evangélicos e até mesmo homossexuais que se opõem ao casamento gay para a demonstração de força.

“Queremos que esse projeto de lei seja derrubado”, disse Patricia Soullier, organizadora do protesto, à BFM-TV antes de entrar em um trem em Montpellier, no sul da França, que seguia para Paris.

Nos EUA:  Obama declara apoio ao casamento gay

Casamentos do mesmo sexo são legalizados em 11 países, incluindo Bélgica, Portugal, Holanda, Espanha, Suécia, Noruega e África do Sul, assim como em nove Estados americanos, além da capital dos EUA.

*Com Reuters e AP