Conflito entre russos e ucranianos começou no fim de 2013 e teve um de seus ápices em março de 2014, quando a Crimeia foi anexada à Rússia

Por causa da interferência russa, os Estados Unidos aplicaram diversas sanções econômicas contra a Rússia
The Presidential Press and Information Office

Por causa da interferência russa, os Estados Unidos aplicaram diversas sanções econômicas contra a Rússia

A chanceler alemã, Angela Merkel, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o mandatário da França, François Hollande, se reúnem com o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, nesta quarta-feira (19) para debater a crise ucraniana.

No centro do debate, segundo informou o porta-voz de Merkel, Steffan Seibert, estará uma análise de como caminha o processo de paz no país de Poroshenko e a verificação por parte dos líderes da aplicação do tratado de paz de Minsk.

“Estou muito otimista sobre o futuro da Ucrânia, mas, infelizmente, não estou particularmente otimista sobre o encontro de amanhã”, disse Poroshenko nesta terça-feira (18) aos jornalistas que o questionaram sobre a reunião durante sua visita a Oslo.

Para o líder ucraniano, o conflito no Donbass – região Leste da Ucrânia – não é “um conflito interno, mas sim uma ocupação russa contra um Estado soberano e independente no centro da Europa, no século 21”.

Histórico

A crise entre russos e ucranianos começou no fim de 2013. Em março de 2014, a Rússia anexou a Crimeia da Ucrânia, após um criticado plebiscito, e o conflito entre os separatistas apoiados pela Rússia e as forças ucranianas piorou nas semanas seguintes. Apesar disso e do conflito no leste da Ucrânia que já matou mais de 9.500 pessoas, Kiev e Moscou não romperam a relação diplomática.

A situação mais sangrenta do conflito fica na área do Donbass, nas cidades de Donetsk e Lugansk.

Por causa da interferência russa, os países europeus e os Estados Unidos aplicaram diversas sanções econômicas contra a Rússia mas, a situação ainda não foi resolvida.

www.reporteriedoferreira.com Por * Com informações da Agência Ansa.