BESSA GRILL
Início » Internacionais » Cantora do Pussy Riot é libertada da prisão russa, diz advogado

Cantora do Pussy Riot é libertada da prisão russa, diz advogado

24/12/2013 00:03

prisão na RússiaMaria Alyokhina fala à imprensa com seu advogado, Pyotr Zaikin, em uma estação de trem nesta segunda-feira (23) (Foto: Sergei Karpukhin/ Reuters)

A integrante do grupo Pussy Riot Maria Alyokhina foi libertada nessa segunda-feira (23) da prisão na Rússia, informou seu advogado à imprensa. Ela foi libertada em virtude da anistia geral que entrou em vigor na Rússia na semana passada.

“Maria está em liberdade. Todos os documentos foram formalizados e assinados”, disse Novosti Piotr Zaikin à agência de notícias russa RIA.

“Masha (diminutivo de Maria) saiu do presídio pela manhã. Agora vai de carro com o advogado Piotr Zaikin para a estação para viajar de trem para Moscou”, disse à agência ‘Interfax’ Piotr Verzilov, marido de Nadezhda Tolokonnikova, a única Pussy Riot que continua na prisão e cuja libertação se espera para qualquer momento.

A cantora Maria Alyokhina, junto com Nadezhda Tolokonnikova, cumpria pena de dois anos de prisão em um campo de trabalho por ter cantado em fevereiro de 2012 uma “oração punk” contra o presidente russo, Vladimir Putin, na catedral de Moscou.

G1