BESSA GRILL
Início » Internacionais » Assessor de tio do líder da Coreia do Norte deposto pede asilo no Sul

Assessor de tio do líder da Coreia do Norte deposto pede asilo no Sul

Órgãos oficiais da Coreia do Sul não confirmaram deserção. Assessor estaria protegido em local secreto da China, diz imprensa.

7/12/2013 07:51

A Coreia do Norte pode estar enfrentando sua mais grave deserção em 15 anos, já que a imprensa sul-coreana noticiou nesta sexta-feira (6) que um homem que geria fundos para um tio do dirigente Kim Jong-un teria fugido e buscado asilo na Coreia do Sul.

O assessor, que não foi identificado, estaria sendo protegido por autoridades sul-coreanas em um local secreto da China.

As informações foram divulgadas pelo canal a cabo YTN e o jornal Kyunghyang Shinmun, citando fontes familiarizadas com o assunto.

Jang song-thaek em 17 de agosto de 2012 em Pyongyang (Foto: AFP)Jang é tio do líder norte-coreano e foi afastado em
novembro (Foto: AFP)

Parlamentares sul-coreanos que se reuniram com o diretor do Serviço de Inteligência Nacional do país disseram que a agência de espionagem desconhece essa deserção. Funcionários da chancelaria e do Ministério da Reunificação disseram que não poderiam confirmar a deserção.

Segundo a YTN, o exilado gerenciava verbas para Jang Song Thaek, que se tornou um dos homens mais influentes da Coreia do Norte após se casar com uma tia de Kim e à sua proximidade com o jovem líder comunista. Mas o dirigente foi afastado das suas funções no mês passado, segundo o Serviço de Inteligência Nacional do Sul, e o canal disse que a demissão pode ter ocorrido depois da deserção do assessor.

 

G1