BESSA GRILL
Início » Nacionais » Temer reitera permanência no Planalto e ataca Joesley: “Fez o crime perfeito”

Temer reitera permanência no Planalto e ataca Joesley: “Fez o crime perfeito”

20/05/2017 17:40

Presidente anunciou que pedirá suspensão do inquérito no STF

O presidente Michel Temer se pronunciou na tarde deste sábado (20), no Palácio do Planalto, munido de informações noticiadas neste pela Folha de São Paulo, que apontou edições no áudio gravado por Joesley Batista.

Ele afirmou que pedirá ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que o inquérito aberto contra ele seja suspenso até que seja verificada a autenticidade da gravação.

“Essa gravação foi manipulada e adulterada com motivos subterrâneos, e levou muitas pessoas ao engano induzido e trouxe grave crise ao Brasil, estamos entrando com petição no STF para suspender o inquérito proposto até que seja verificada em definito a autenticidade da gravação”

Temer ainda disparou ataques contra Joesleu, afirmando que ele tramou contra o país, e agora está “livre e solto pelas ruas de Nova York”.

“O Brasil vive agora dias de incerteza, e ele não passou nenhum dia na cadeia, não foi julgado, punido e não será, cometeu o crime perfeito, graças a esta gravação fraudulenta e manipulada”.

Segundo o Ministério Público Federal, em encontro com Joesley Batista, Temer deu aval para que ele continuasse a pagar uma espécie de mesada ao ex-deputado Eduardo Cunha e o doleiro Lúcio Funaro, ambos presos, para que continuassem em silêncio. O áudio da conversa, gravada por Joesley, foi disponibilizado na última quinta-feira (18). Após a divulgação, o presidente Michel Temer e assessores avaliaram que o conteúdo da conversa não incrimina o presidente.

www.reporteriedoferreira.com.br   Por Agências