BESSA GRILL
Início » Nacionais » Nono dígito começa a valer para telefones celulares do interior paulista

Nono dígito começa a valer para telefones celulares do interior paulista

Oito regiões do Estado devem acrescentar o número neste domingo (25). Chamadas serão completadas sem o nono dígito até 3 de setembro.

25/08/2013 10:34

Ligações de celular vão ganhar mais um número (Foto: Maiara Pires/G1)Ligações de celular vão ganhar mais um número
neste domingo em SP (Foto: Maiara Pires/G1)

A partir deste domingo (25), números de celulares do interior paulista que operam nos códigos DDD 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19 precisam acrescentar o 9 antes do número para realizar ligações. A mudança atinge oito regiões de São Paulo.

Até o dia 3 de setembro, porém, as chamadas feitas com 8 dígitos continuarão a ser completadas. A partir do dia 4 de setembro, as operadoras não são mais obrigadas a completar ligações sem o nono dígito, mas uma mensagem vai informar aos clientes sobre a necessidade dele. A partir de 3 de dezembro, essa mensagem também deixa de ser obrigatória.

A implementação vai aumentar em quase duas vezes e meia a capacidade de habilitação de linhas de telefonia celular na região, segundo informações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

De acordo com a agência, os oito dígitos permitem hoje o registro de um total de 296 milhões de linhas de celular (37 milhões para cada um dos 8 DDDs). Com o nono dígito, essa capacidade sobe para 720 milhões (90 milhões por DDD). Atualmente, estão ativos cerca de 30 milhões de celulares entre os códigos 12 e 19.

O custo para a implantação do nono dígito no interior de São Paulo, incluindo campanha para informar a população, é de R$ 98 milhões e vai ser pago pelas operadoras de telefonia.

Cronograma do nono dígito
A Anatel começou a implementar o nono dígito para celulares em julho de 2012, na área de código DDD 11, que inclui a cidade de São Paulo. Essa medida foi motivada pelo crescimento da base de assinantes do serviço.

Para efeito de padronização, porém, a agência decidiu por implantar o nono dígito no restante do país. O cronograma prevê a exigência no interior de São Paulo a partir deste domingo. No Rio de Janeiro e Espírito Santo, a obrigação vale a partir de 27 de outubro.

Até 31 de dezembro de 2014, o nono dígito começa a valer para nos estados do Amazonas, Roraima, Pará, Amapá e Maranhão. Até 31 de dezembro de 2015, a regra atinge também Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia e Minas Gerais.

Por fim, até 31 de dezembro de 2016, o nono dígito começa a ser obrigatório no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Acre, Goiás, Tocantins e no Distrito Federal.

Tecnologia
Aplicativos móveis criados para atualizar a agenda de contatos do smartphone com o nono dígito em São Paulo ganharam novas versões para também acrescentar o 9 aos telefones celulares do interior de São Paulo. Confira as opções:

Nome Descrição Preço
9d+ (Foto: Reprodução)

9d+ (Nono Dígito SP)

O aplicativo 9 d+ (Nono Dígito SP) foi atualizado no dia 22 de agosto para contemplar a inclusão do dígito 9 aos celulares de São Paulo e interior.

Ao abrir o programa, basta clicar em um botão para que todos os números de São Paulo da sua agenda sejam atualizados com o dígito 9. É possível reverter o processo clicando em outro botão.

O 9d+ não edita ou remove nenhum dos telefones dos seus contatos. Ao invés disso, ele cria um novo número com o identificador “9d+”. Vale lembrar que o app, a princípio, só acrescentará o dígito 9 aos números registrados com os prefixos 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19. Para adicioná-lo a números sem a descrição do DDD, selecione essa opção no menu principal.

Gratuito para Android (acesse aqui).

 

Aplicativo 9 Dígitos (Foto: Reprodução/App Store)

9 Dígitos

 

Além de incluir o número 9 nos celulares com DDDs da capital e do interior de São Paulo, o ‘9 Dígitos’ o aproveita a análise da agenda pra ver se há números com código de operadora diferente da operadora do usuário. “Acontece muito com pessoas que mudaram de operadora mas não atualizaram todos os números da agenda”, comenta o desenvolvedor Alexandre Fugita. “Se houver diferenças, o app avisa e pergunta se a pessoa quer atualizar isso também”, explica ele sobre a versão do app atualizada em 15 de agosto.

A aplicativo pago também ganhou uma versão gratuita, o ‘9 Dígitos Free’ que não atualiza a agenda, mas permite visualizar e ligar para os números já com o nono dígito. “Esse app redireciona para o pago caso o usuário tenha interesse em atualizar a agenda”, detalha o desenvolvedor.

Custa US$ 1 para iOS (acesse aqui) e tem a versão gratuita ‘9 Dígitos Free’ (acesse aqui)
Aplicativo nonoDígito (Foto: Divulgação/nonoDígito)

nonoDígito

 

Por enquanto, somente a versão do ‘nonoDígito’ para o sistema iOS, da Apple, está atualizada desde 28 de julho para incluir o dígito 9 aos novos DDDs do interior de São Paulo. O app inclui uma versão gratuita, o ‘nonoDígito Free’.

O diferencial da versão paga, de acordo com o desenvolvedor Caio Lopes, é criar um backup automático da agenda, que o usuário pode restaurar a qualquer momento.

Lopes informa que a nova versão para o sistema Android, do Google, será liberada nesta sexta-feira (23).

O usuário pode ainda optar por colocar o nono dígito em todos os contatos, independentemente do DDD. É possível voltar atrás da decisão tocando na opção “desfazer”.

O aplicativo também identifica prefixos de celular iniciados pelo número 5 e preserva as marcações de código de operadora e código do país na agenda do celular.

Custa US$ 1 para iOS (acesse aqui) e tem uma versão gratuita, o ‘nonoDígito Free’ (acesse aqui)
Aplicativo 'Novo número Brasil' (Foto: Reprodução/GooglePlay)

Novo número Brasil

 

O aplicativo antes conhecido como ‘Novo número SP’ foi atualizado em 23 de julho e mudou de nome. “Atualizei o nome do aplicativo para mostrar que o foco mudou para cobrir todos os DDD que terão o dígito 9 adicionado”, explica o desenvolvedor Guilherme Brighenti, ao G1.

Para usar o app basta selecionar a opção “Iniciar busca de contatos a modificar”, e então o aplicativo ira mostrar todos os contatos que devem ser atualizados. Basta clicar em “Alterar contatos” e a sua agenda já estará inteira atualizada.

“Um dos diferenciais do aplicativo é que ele permite a visualização dos contatos que serão modificados antes de efetivamente atualizar a agenda. Assim o usuário tem a opção de rever quais alterações serão feitas em sua agenda”, explica Brighenti.

O aplicativo também da a opção de reverter as mudanças feitas.

Gratuito para Android (acesse aqui)
Dígito SP+9 (Foto: Reprodução)

Dígito +9

O aplicativo para celulares BlackBerry, antes conhecido como ‘Dígito SP+9’, foi atualizado em 16 de agosto e passou a se chamar apenas ‘Dígito +9’ passando a atualizar a agenda de contatos atualiza a agenda de contatos do usuário para o novo formato de nove dígitos dos celulares do interior de São Paulo.

“O primeiro passo é informar qual o DDD do seu celular – 011 ou outro. Depois, o aplicativo verifica quais números precisam de atualização e é só clicar no botão ‘+9 Iniciar’, e aguardar alguns segundos”, explica a desenvolvedora Navita. É possível voltar a agenda antiga ao clicar em “desfazer”.

A desenvolvedora informa que as praças do Rio de Janeiro e Espirito Santo serão contempladas com a atualização a partir de outubro de 2013.

Custa US$ 1 para BlackBerry (acesse aqui).
Aplicativo Dígito9 para iOS (Foto: Reprodução/AppStore)

Dígito 9

Atualizado em 15 de agosto o aplicativo é uma versão aprimorada do ‘Dígito 9 SP’, que agora inclui os DDDs do interior de São Paulo na migração da agenda de contatos para iPhone ou iPad.

“O aplicativo atualiza corretamente apenas os números necessários, sem duplicá-los ou salvá-los em uma nova categoria”, destaca o engenheiro Fernando Ghedin, desenvolvedor do app.

 

 

 

 

G1