BESSA GRILL
Início » Nacionais » Jornalista argentina morre em acidente rodoviário após cobrir Argentina x Suíça

Jornalista argentina morre em acidente rodoviário após cobrir Argentina x Suíça

A profissional de 26 anos estava em um carro no sentido São Paulo-Belo Horizonte. Dois colegas dela ficaram feridos

2/07/2014 19:06

Reprodução

María Soledad Fernández: acidente fatal

A jornalista argentina María Soledad Fernández, de 26 anos, morreu em um acidente rodoviário quando fazia o trajeto São Paulo-Belo Horizonte, por volta de 1h desta quarta-feira, depois de cobrir a vitória da Argentina sobre a Suíça pela Copa do Mundo de 2014, na capital paulista.

Leia mais: Argentina cancela coletiva após morte de jornalista

Juan Daniel Berazegueti, de 42 anos, e Fernando Javier Bruno, de 41, igualmente jornalistas, também estavam no carro e seguem internados em observação no Hospital Municipal de Betim. Os dois viajavam nos bancos do motorista e do passageiro, enquanto María Soledad estava no banco de trás sem o cinto de segurança. O carro em que os três viajavam foi atingido por trás e capotou no km 619 da rodovia BR-381, perto da cidade de Oliveira, em Minas Gerais.

Reprodução/Twitter

María Soledad com o pai, Titi Fernandez, que também é jornalista e cobre a Copa no Brasil

A Polícia Civil de Minas Gerais investiga as causas do acidente e já apreendeu um veículo modelo Golf, com placa de São Paulo, que estaria envolvido na batida. Segundo relatos colhidos pela Polícia Rodoviária Federal, o Golf teria se chocado com a traseira do carro em dos jornalistas, causando o capotamento.

Os dois homens que ocupavam o Golf foram detidos e serão ouvidos pelo delegado de Oliveira. Inicialmente eles negaram envolvimento no acidente, mas a perícia da Polícia Civil esteve no local e constatou que o carro tem marcas compatíveis com a colisão.

Maria Soledad é filha de um importante jornalista esportivo da Argentina, Titi Fernandez, que também está no Brasil para a cobertura da Copa do Mundo.

 Por Ig