O filho de presidente eleito Jair Bolsonaro, vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSL), desmentiu a informação de que o deputado eleito Julian Lemos (PSL) coordena a transição do Governo Federal no Nordeste.

Em mensagem publicada na rede social Twitter, na tarde desta quarta-feira (05), ele escreveu que Lemos não exerce a função de coordenação. “Não é e nunca foi”. O vereador não deu mais detalhe sobre o assunto  após a publicação.

Procurado pela reportagem, um assessor do deputado eleito Julian Lemos disse que ele não iria se manifestar sobre a declaração de Carlos Bolsonaro. “O deputado está preocupado com os interesses do Nordeste junto ao Governo de Transição”, ressaltou.

Carlos Bolsonaro anunciou no final do ano passado que havia deixado a transição do Governo, após uma desavença com o futuro titular da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno. “Caráter não se negocia. Quando há compulsão por aparecer a qualquer custo, sempre tem algo por trás. Somos humanos e falhamos, mas a procura por holofote é um péssimo indicativo do que se pode esperar de um indivíduo. Jamais trairei meus ideais”, disse na época.

Confira a publicação abaixo:

 

Após a publicação de Carlos Bolsonaro, Julian Lemos postou um vídeo que mostra a proximidade entre ele e o presidente eleito. Na legenda, ele escreveu que “Um homem quando está em paz não quer guerra com ninguém”. Não se sabe o que teria provocado o distanciamento entre o paraibano e o filho do presidente eleito.
 
www.reporteriedoferreira.com.br / Polêmica Paraíba