BESSA GRILL
Início » Nacionais » Dique rompe e deixa centenas de desabrigados em Porto Alegre

Dique rompe e deixa centenas de desabrigados em Porto Alegre

Em poucos minutos, água tomou conta de ruas e casas no Bairro Sarandi. Defesa Civil diz que causa foi rompimento de borda da represa de rio.

31/08/2013 11:37

Alagamento na Zona Norte de Porto Alegre (Foto: Vanessa Felippe/RBS TV)Alagamento deixou centenas de desabrigados no Bairro Sarandi, em Porto Alegre (Foto: Vanessa Felippe/RBS TV)

Um alagamento que começou por volta da meia-noite deste sábado (31) pegou de surpresa os moradores das vilas Asa Branca, Brasília e Elisabete, no Bairro Sarandi, na Zona Norte de Porto Alegre. A cheia foi provocada por um rompimento de cerca de seis metros de um dique do Rio Gravataí, segundo a Defesa Civil. A estimativa inicial é que cerca de 2 mil pessoas tiveram que deixar suas moradias.

Em poucos minutos, a água tomou conta das ruas e atingu cerca de 500 casas, conforme conforme o coordenador da Defesa Civil de Porto Alegre, Hélio Oliveira. Ninguém ficou ferido.

Alagamento na Zona Norte de Porto Alegre (Foto: Vanessa Felippe/RBS TV)Moradores precisaram abandonar casas
(Foto: Vanessa Felippe/RBS TV)

As famílias desalojadas pela enchente foram transferidas inicialmente para a Igreja Santa Catarina, no Sarandi. A capacidade no local, de 200 pessoas, foi atingida no início da manhã e os necessitados agora estão sendo levados para Escola Municipal João Goulart.

A suspeita é que tenha sido uma ação humana, já que a vegetação está cortada perto do local do rompimento.

A água continua subindo muito rapidamente, cerca de 5cm a 10 cm por hora, conforme a Defesa Civil. Os moradores estão saindo de casa, carregando o que conseguem.

A Defesa Civil informou que equipamentos pesados estão sendo movimentados para tentar sanar o fluxo da água na região onde houve o rompimento. Apesar das perdas materiais e do clima de insegurança, não há registros de feridos.

Alagamento na Zona Norte de Porto Alegre (Foto: Vanessa Felippe/RBS TV)Alagamento começou por volta da meia-noite de sábado na Zona Norte da capital
(Foto: Vanessa Felippe/RBS TV)

G1