BESSA GRILL
Início » Nacionais » Bebês são encontrados mortos com marcas de tiros em SP

Bebês são encontrados mortos com marcas de tiros em SP

18/02/2015 11:13
Os corpos das crianças foram encontrados em matagal no interior paulista Foto: L Adolfo / Futura Press

Os corpos das crianças foram encontrados em matagal no interior paulista Foto: L Adolfo / Futura Press

A Polícia Militar encontrou nesta terça-feira de Carnaval em Buritizal, no interior de São Paulo, os corpos de dois bebês gêmeos que haviam desaparecido na semana passada em Uberaba (MG). Segundo informações do Jornal EPTV, Lucas e Ana Flávia, de apenas dois meses, foram mortos a tiros e abandonados às margens de uma rodovia da cidade paulista. As crianças foram encontradas logo após o empresário Matusalém Ferraz Júnior, 48 anos, ter se apresentado à polícia de Uberaba.

SAIBA MAIS
MT: mãe alcoolizada dorme ao amamentar e mata bebê asfixiada
Bala perdida mata bebê de 10 meses na zona leste de SP
vc repórter: homem põe fogo em cama e bebê é atingido no PR
MT: necropsia aponta que bebê abandonado morreu por asfixia
As investigações apontam que Matusalém teria matado a mãe das crianças, Izabella Gianvechio, 22 anos, com quem ele teria tido um relacionamento. Segundo parentes de Izabella, ela tentava convencer o empresário, que era casado com outra mulher, a reconhecer a paternidade das crianças.

Izabella saiu de casa em Uberaba na quinta-feira para encontrar o empresário, a pedido dele. Antes de se encontrar com Matusalém, porém, ela relatou o pedido do amante para uma amiga. Imagens de uma câmera de segurança no centro de Uberaba mostraram o empresário estacionando o carro em uma rotatória e pegando um homem, que ainda não foi identificado. Segundo a polícia, dentro do carro já estaria Izabella e as crianças.

Ainda na quinta-feira, ela foi encontrada morta em Aramina (SP) e os bebês foram dados como desaparecidos. Ontem, o carro de Matusalém foi encontrado incendiado, a 10 quilômetros de Pedregulho (SP) em meio a um cafezal. Com o carro incendiado, aumentaram as suspeitas da morte sobre Matusalém, que acabou se entregando em Uberaba. Revoltada, a população da cidade mineira cercou a delegacia e ameaçou linchar o empresário.

“Já foi expedido mandado de prisão temporária e agora ele vai para a penitenciária. Ele disse que estava pressionado para assumir a paternidade, mas não descartou a possibilidade de ser o pai das crianças”, disse a delegada de Uberaba, Carla Bueno.

Após ser detido em Uberaba, o empresário foi encaminhado para Aramina, cidade onde foi registrado o homicídio de Izabella.

www.reporteriedoferreira.com  Terra