BESSA GRILL
Início » Maçonaria » Príncipe Feliz: Escrito por Ir.’. NILTON LUIZ DA SILVA.

Príncipe Feliz: Escrito por Ir.’. NILTON LUIZ DA SILVA.

10/07/2014 12:22

 

images (15)PRÍNCIPE FELIZ:  Autor: Ir.’. NILTON LUIZ DA SILVA.

Um garoto ao passar pela calçada de uma luxuosa mansão, ouviu sons de uma bela música, gargalhadas e muita algazarra. Parecia estar acontecendo uma grande festa, mas não dava para ver, pois o muro que cercava a mansão era muito alta.

Não resistindo a curiosidade o garoto subiu numa das árvores em frente à mansão.
Que maravilha, que coisa linda! Exclamou o garoto.
Palhaços pulando pelo jardim, malabaristas e acrobatas fazendo mil piruetas, bailarinas dançavam magnificamente. A beleza do lugar era estonteante. Lá estavam muitas crianças, jovens e adultos, todos bem vestidos. Balões coloridos boiavam na piscina e dezenas eram soltos e levados pelo vento, faixas e bandeirolas de várias cores tremulavam dando um toque especial, enfim, eram muitos os enfeites.
Uma coisa especial lhe chamou a atenção.
Um rei sentado em seu trono.
Não! Deve ser um príncipe, pois é um menino. Acho que tem mais ou menos a minha idade.
Que trono bonito de estofado azul e vermelho com enfeites dourados! Deve ser muito fofo e confortável.
A festa era grandiosa, muitas mesas com enorme quantidade e diversidade de guloseimas, sucos, frutas, bolos, salgadinhos, bebidas diversas e outras coisas. Bandejas de ouro e prata que brilhavam, pratos tão bonitos que encantavam.
Vários empregados serviam o príncipe, vestiam roupas estranhas e tinham uma coisas esquisitas na cabeça, porém de beleza indescritível. Um deles segurava um enorme e colorido guarda-sol, um outro abanava o príncipe com um abanador grande de plumas e penas de pavão.
Pensava o garoto da árvore:
Puxa! Isso é que é ser feliz. Tem até uma orquestra tocando para o príncipe e um coral que canta com tanta emoção. Quanta felicidade deve estar sentindo o príncipe!
Observando melhor, o garoto notou que o príncipe não estava prestando atenção em nada daquilo.
O príncipe olhava para o garoto na árvore e pensava:
Isso é que é ser feliz, ele pode subir numa árvore
O príncipe falou com um empregado e pediu para trazer o menino da árvore, pois queria falar com ele.
O garoto da árvore perguntou:
Príncipe, você deve ser muito feliz.
Príncipe? Sim, o príncipe é feliz. Eu sou apenas um menino na festa do meu aniversário. Respondeu o príncipe.
O príncipe apertou um botão e o trono saiu andando. Os dois garotos seguiram conversando pela rua. O trono era tão magnífico que o garoto da árvore, até então, não tinha percebido que era apenas uma cadeira de rodas.
Mostrando algo, o garoto da árvore disse:
Subir na árvore é felicidade, mas isto aqui é também.
E o príncipe sentiu felicidade quando o garoto da árvore lhe deu um pedaço de pão com açúcar.

As pessoas perdem oportunidade de usufruir de coisas que parecem sem valor e que poderiam proporcionar uma real felicidade.
Basta alguns segundos por dia para a troca de um abraço para transformar o dia.

Autor: Ir.’. NILTON LUIZ DA SILVA.