BESSA GRILL
Início » Esportes » Vasco vence em Campinas,e garante boa vantagem contra a Ponte Preta

Vasco vence em Campinas,e garante boa vantagem contra a Ponte Preta

24/07/2014 00:16

vascoSem medo de atacar mesmo atuando fora de casa, o Vasco se impôs em Campinas (SP) e venceu a Ponte Preta por 2 a 0 pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, garantindo uma boa vantagem para o confronto de volta, que acontecerá na quarta-feira que vem, em São Januário.Para o próximo duelo, o Cruzmaltino pode perder por até 1 a 0 que fica com a vaga nas oitavas de final da competição.Neste sábado, as equipes voltam a se enfrentam novamente no Estádio Moisés Lucarelli, desta vez pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Fases do jogo: A partida começou com o Vasco a todo o vapor. Antes dos dez minutos, o time de São Januário teve duas ótimas oportunidades de abrir o placar, uma aos cinco e outra aos nove.

Na primeira chance, Douglas deu uma bola açucarada para Thalles, mas o jovem atacante se atrapalhou e concluiu mal. Na segunda, o próprio maestro cruzmaltino recebeu após boa jogada de Kléber e demorou demais para chutar, dando tempo para a defesa da Ponte Preta cortar.

Aos poucos, porém, o jogo foi ficando mais morno e a Macaca passou a chegar mais, principalmente pelas laterais, setor que o Vasco cedia espaço. Na melhor das chances dos campineiros no primeiro tempo, Alexandro dominou na pequena área e tentou encobrir Martin Silva, mas a bola foi para fora.

Na etapa final, o Cruzmaltino voltou a imprimir um ritmo forte no início e foi recompensado. Aos dez minutos, em lindo lançamento de Douglas, Diego Renan penetrou na área e chutou forte e cruzado para abrir o placar em Campinas (SP).

Quando a Ponte Preta ainda tentava se recuperar do baque, Kléber, aos 16, tabelou com Thalles, chutou forte, o goleiro Roberto deu rebote e Thalles, com oportunismo, ampliou.

Com o 2 a 0 no placar, o Vasco passou a administrar a posse de bola, dando espaço para que a torcida da Macaca começasse a vaiar sua equipe. Nervoso, o time paulista não conseguiu criar jogadas e não ofereceu perigo ao Cruzmaltino, que agora chega com uma boa vantagem para decidir no Rio de Janeiro.