BESSA GRILL
Início » Esportes » Vasco oficializa saída de Autuori; técnico está livre para o São Paulo

Vasco oficializa saída de Autuori; técnico está livre para o São Paulo

9/07/2013 12:18

autuoriPaulo Autuori não é mais técnico do Vasco. O anúncio era esperado desde o último sábado, mas foi consumado apenas nesta terça-feira. O comandante manteve o discurso sobre o limite em relação aos salários atrasados, promessas não cumpridas e rescindiu o vínculo. Sem contrato, o técnico está livre para acertar com o São Paulo e pode substituir Ney Franco.

O presidente Roberto Dinamite, o diretor geral Cristiano Koehler e o diretor executivo Ricardo Gomes discutiram o caso desde domingo por telefone e em uma série de reuniões. A administração depositava as esperanças no último para convencer Autuori a permanecer. A dupla mantém antiga amizade e trabalhava junta pela primeira vez no clube carioca. No entanto, o técnico nem sequer apareceu para comandar a atividade desta terça-feira. Ele deixa o clube após pouco mais de três meses. Foram seis vitórias, dois empates e cinco derrotas.

O encaminhamento do acordo para a obtenção das certidões negativas de débitos – documento emitido pela Receita Federal que comprova a não existência de dívidas com órgãos públicos – também foi abordado pelos cartolas, assim como a garantia do pagamento do salário de maio nos próximos dias e os contratos com patrocinadores.

No entanto, nada fez Paulo Autuori mudar de ideia. O treinador permaneceu por pouco mais de três meses em São Januário. Desde a chegada, ele foi informado pela administração Roberto Dinamite que o mês de julho era o prazo para colocar as finanças em ordem. O profissional afirmou em algumas ocasiões que deixaria o comando do time caso as promessas não fossem cumpridas e expôs mais uma vez o descontentamento no desembarque da delegação na última segunda-feira.

Antes da viagem para Caxias do Sul, local da derrota para o Internacional por 5 a 3, o clima era de apreensão nos bastidores. Paulo Autuori se manteve discreto, mas funcionários e jogadores reconheceram o momento delicado. Os dirigentes do São Paulo adotam o discurso de que sabem que o ex-vascaíno quer voltar ao Morumbi e o convite oficial será feito nas próximas horas. Por outro lado, o nome de Ney Franco ganha força nos bastidores de São Januário para substituir Autuori.