BESSA GRILL
Início » Esportes » Vasco da show no Morumbi, São Paulo sofre sufoco do Cruz Maltina e só empata

Vasco da show no Morumbi, São Paulo sofre sufoco do Cruz Maltina e só empata

19/10/2015 00:31

SaoJanuario_Vasco_x_SaoPauloEm um duelo marcado por mais um pênalti polêmico no Campeonato Brasileiro, o São Paulo conseguiu arrancar um empate com o Vasco da Gama por 2 a 2, neste domingo, no Morumbi. Oresultado foi ruim para as duas equipes, que ficam distantes de seus objetivos na competição.

A penalidade foi marcada no final do primeiro tempo para o time carioca após a bola bater no braço de Matheus Reis, que foi expulso. O atacante Nenê marcou, empatando o duelo. Antes, o atacante Luis Fabiano havia marcado para os são-paulinos no primeiro minuto de jogo.

O zagueiro Rodrigo virou a partida para o Vasco no segundo tempo, quando a equipe carioca foi superior e chegou a acertar até a trave. Mas o zagueiro Rodrigo Caio conseguiu empatar para o time tricolor aos 42 minutos do segundo tempo, quando a equipe já era vaiada.

O resultado deixou o São Paulo na sexta colocação, com 47 pontos, ainda na briga pelo G-4, que está cada vez mais acirrada com Santos, Palmeiras, Internacional e Ponte Preta. Já o Vasco está na lanterna do Campeonato Brasileiro, com 29 pontos.

O time tricolor continua sem vencer com o técnico Doriva. No jogo anterior, que marcou a estreia do técnico, o São Paulo perdeu para o Fluminense por 2 a 0, no Maracanã.

O São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira, mas em compromisso pela Copa do Brasil. O time tricolor disputará o jogo de ida da semifinal contra o Santos, no Morumbi.

Já o Vasco terá uma semana para treinar. A equipe voltará a campo no próximo domingo, contra o Grêmio, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

POLÊMICA

A partida ficou marcada pelo polêmico pênalti anotado pelo árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva, aso 43 minutos do primeiro tempo.

Ele marcou a penalidade após a bola bater no braço do lateral esquerdo Matheus Reis, que tentou bloquear o tiro com um carrinho na área. O jogador, que já tinha cartão amarelo, ainda foi expulso.

“É mais fácil chutar a bola na mão do adversário do que fazer o gol. Aí o juiz dá pênalti e expulsa o jogador. Matheus Reis falou que a bola bateu nas costas dele. [O árbitro] podia deixar passar para não prejudicar o espetáculo. Mas sempre prejudicam o São Paulo”, disse Luis Fabiano.

FREGUESIA

A partida deste domingo foi a quinta entre São Paulo e Vasco na temporada. O time tricolor levou a melhor em todas. Iniciou o ano com triunfo por 2 a 1 pelo Torneio Super Series, em Manaus.

Na Copa do Brasil, ganhou por 3 a 0, no Morumbi, e empatou por 1 a 1, no Rio, nas quartas de final.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro, goleou o rival carioca por 4 a 0.

RETORNO

A partida marcou a volta do atacante Alan Kardec após seis meses sem jogar por causa de uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito, em abril. O último jogo havia sido em 1º de abril.

O atacante entrou no lugar de Luis Fabiano, aos 22 minutos do segundo tempo. Não teve uma exibição de destaque. Durante a segunda etapa, o São Paulo criou muito pouco no ataque.

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO 2 x 2 VASCO

Local: Estádio do Morumbi, São Paulo (SP)
Data: 18 de outubro de 2015, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas (Fifa-PA)
Assistentes: Alessandro Rocha Matos (Fifa-BA) e Cleriston Clay Barreto Rios (Fifa-SE)
Público: 18.349 presentes
Renda: R$ 493.933,00
Cartões Amarelos: Matheus Reis, Reinaldo (São Paulo); Luan, Julio dos Santos (Vasco)
Cartão Vermelho: Matheus Reis (São Paulo)
Gols:
SÃO PAULO: Luis Fabiano, a um minuto do primeiro tempo, Rodrigo Caio, aos 43 minutos do segundo tempo
VASCO: Nenê, aos 45 minutos do primeiro tempo, e Rodrigo, aos 18 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Lucão, Luiz Eduardo e Matheus Reis; Rodrigo Caio, Thiago Mendes, Ganso, Pato e Rogério (Reinaldo); Luis Fabiano (Alan Kardec). Técnico: Doriva

VASCO: Martin Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Julio César; Bruno Gallo, Andrezinho, Julio dos Santos (Diguinho) e Nenê; Jorge Henrique (Rafael Silva) e Leandrão (Herrera). Técnico: Jorginho


www.reporteriedoferreira.com Agências