BESSA GRILL
Início » Destaque » Time reserva dá o recado, e Brasil supera dominicanas no Grand Prix

Time reserva dá o recado, e Brasil supera dominicanas no Grand Prix

Já classificada para a fase final, seleção comandada por José Roberto Guimarães derrota lanterna equipe caribenha por 3 a 0 (25/19, 25/11 e 29/27) e segue imbatível

16/08/2014 11:19

Entrando em quadra já com a certeza da classificação para a fase final do Grand Prix (obtida com a vitória sobre os EUA, sexta-feira), a seleção brasileira feminina de vôlei manteve os 100% de aproveitamento ao superar a República Dominicana, lanterna da competição, por 3 a 0 (25/19, 25/11 e 29/27) na manhã deste sábado em Bangcoc, na Tailândia. Agora com oito vitórias, o time dirigido por José Roberto Guimarães segue imbatível e lidera com folga a etapa intercontinental.

O próximo compromisso do Brasil será domingo contra as donas da casa, penúltimas colocadas e sem mais chances de classificação. Vencedor em 1994/96/98/2004/05/06/08/09/13, o quadro brasileiro, por sua vez, busca o decacampeonato. Com cinco conquistas, os EUA vêm em seguida no ranking.

Começando a partida com a equipe reserva, o time nacional viu as dominicanas abrirem 2 a 0, mas logo virou para 4 a 3. A recepção brasileira, que mostrou inconstância contra os EUA, estava atento, facilitando o trabalho da levantadora Fabíola. Após levar a vantagem de 8 a 5 para a primeira parada, o Brasil ficou no bloqueio, e a República Dominicana chegou a empatar em 12 pontos. Mas a seleção voltou a se impor, abriu vantagem e selou a parcial inicial em 25 a 19 após Gabi explorar o bloqueio dominicano.

As meninas começaram de forma avassaladora o segundo set e rapidamente foram para a parada técnica com 8 a 2 a favor. O passeio seguiu incontestável. Sem dar chances às desmotivadas oponentes, a equipe nacional chegou a fazer 15 a 2, sendo 11 pontos na passagem de Tandara no saque. Sem forçar mais o ritmo, o Brasil chegou rapidamente a 25 a 11, levando a parcial depois de uma cravada de Gabi, maior anotadora do jogo (18 pontos).
Tal como no inicial, a República Dominicana fez 2 a 0 no terceiro set, porém, mesmo sem o ímpeto de antes, as reservas brasileiras passaram a frente em 5 a 4, mas viram as rivais fazerem 8 a 7. Diferentemente das anteriores, a parcial seguia equilibrada, com as dominicanas chegando a fazer 12 a 10. O time comandado por José Roberto Guimarães, no entanto, pareceu acordar e retomou as rédeas, indo para a segunda parada técnica com a vantagem de 16 a 13. Mas a facilidade encontrada antes já fazia parte do passado e, depois de salvar quatro set points, o Brasil finalmente conseguiu 29 a 27, liquidando a fatura em 3 a 0 após 1h23 de luta.
A fase decisiva do Grand Prix acontecerá no Japão, de 20 a 24 de agosto. Participam da etapa final as quatro equipes mais bem classificadas, além da seleção do país sede e do vencedor do playoff da segunda divisão (Holanda, Porto Rico, Polônia ou Bélgica). Invicto na competição, o Brasil chegou a 23 pontos e se classificara antecipadamente para a fase final. Até agora, a China (pega a Sérvia neste sábado) está em segundo lugar, com 16, e a Turquia (enfrenta a Rússia) em terceiro, com 13.

Aproveitando para descansar as titulares, Zé Roberto colocou em quadra Fabíola, Fabiana, Tandara, Natália, Carol, Gabi e a líbero Camila Brait. Entraram também Dani Lins, Andréia e líbero suplente Léia.

GE.