Torcedores do Santos quebraram mais de 60 cadeiras

 
Reprodução

Torcedores do Santos quebraram mais de 60 cadeiras

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo informou, por meio de nota, que todos os prejuízos causados pelos torcedores do Santos no Pacaembu , na partida desta terça-feira (28) contra o Independiente pela Libertadores , serão repassados ao clube.

De acordo com a Secretaria, durante a confusão iniciada pela torcida do Santos , mais de 60 cadeiras foram destruídas, alambrados foram danificados, banheiros tiveram torneiras quebradas e alguns banheiros químicos foram vandalizados.

Torcedores do Santos entram em confronto com a PM durante jogo
Reprodução/ TV

Torcedores do Santos entram em confronto com a PM durante jogo

Devido aos artefatos explosivos arremessados, o gramado do Pacaembu também sofreu danos. A contabilidade dos prejuízos ainda está sendo calculada, e assim que pronta será enviada à diretoria santista.

 

Confira a nota na íntegra:

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME) lamenta profundamente o que aconteceu na noite de ontem nas arquibancadas do Estádio do Pacaembu durante a realização da partida entre as equipes do Santos e Independiente (ARG) e informa que fez um levantamento parcial sobre as depredações ocorridas na partida válida pela Copa Libertadores da América.

Foram destruídas mais de  60  cadeiras do setor laranja da arquibancada, parte dos alambrados foram amassados, os banheiros tiveram as torneiras quebradas, bem como  alguns banheiros químicos, que são locados, foram vandalizados. Também foi constatado que parte do gramado sofreu avarias devido aos artefatos jogados antes da partida ser interrompida. Ainda hoje será feito um levantamento mais apurado e a contabilidade de todos os prejuízos será enviada à diretoria do Santos Futebol Clube.

O jogo entre Santos e Independiente 

Vanderlei defende pênalti para o Santos
Reprodução / Santos

Vanderlei defende pênalti para o Santos

O Santos começou o jogo pilhado, pois precisava marcar no mínimo três gols – já que a partida começou em 3 a 0 para o Independiente por devido a punição aplicada pela Conmebol – para levar a decisão para os pênaltis. 

Nervoso, o time perdeu algumas chances durante a partida e não conseguiu tirar o placar do zero. O goleiro Vanderlei ainda defendeu um pênalti marcado para os argentinos.

Aos 30 minutos, dois rojões foram jogados no campo e o árbitro paralisou a partida. Torcedores tentaram invadir o campo e houve confronto com a polícia. Bombas e objetos foram arremessados e, pela falta de segurança, o árbitro encerrou a partida entre Santos e Independiente.

Por Ig