BESSA GRILL
Início » Esportes » Palmeiras ‘trava’ quando tem de reagir

Palmeiras ‘trava’ quando tem de reagir

Em 14 das 20 partidas que disputou, o Palmeiras esteve pelo menos uma vez em desvantagem no placar. E só em duas delas evitou a derrota.

1/09/2012 08:19

Chegou a hora da reação. O mantra repetido diariamente pelos jogadores do Palmeirascomo resposta ao risco de rebaixamento apela para uma característica que tem faltado ao time no Brasileiro.

A equipe do técnico Luiz Felipe Scolari, que hoje recebe o Grêmio em busca de três pontos para ao menos se distanciar da zona do descenso, tem falhado justamente quando seu poder de reação precisa ser testado.

Em 14 das 20 partidas que disputou, o Palmeiras esteve pelo menos uma vez em desvantagem no placar. E só em duas delas evitou a derrota.

Alessandro Shinoda – 6.ago.12/Folhapress
O técnico Luiz Felipe Scolari tenta reacertar o time
O técnico Luiz Felipe Scolari tenta reacertar o time

A única virada do time no Brasileiro completa dois meses. Com reservas, levou um gol do Figueirense ainda no primeiro tempo, mas reagiu, fez três e obteve sua primeira vitória na competição. O time conseguiu evitar um outro revés quando empatou em 1 a 1 com o São Paulo –resultado conquistado com um jogador a menos.

Sair atrás no marcador provoca efeito devastador na equipe alviverde. Exemplo disso foi o último confronto, contra a Portuguesa. O Palmeiras não jogava bem, mas também não era pressionado nem sofria contra a Portuguesa até sofrer o primeiro gol. Com desvantagem no marcador, ficou descontrolado, cometeu erros infantis e perdeu por 3 a 0.

“Precisa ter vontade, tesão de jogar e ganhar. Tínhamos essa pegada e uma determinação fora do normal na Copa do Brasil. Agora, precisamos ter isso no Brasileiro”, alertou o volante e capitão Marcos Assunção, fora após ter feito uma artroscopia no joelho direito.

Para o gerente de futebol, César Sampaio, o problema é que os jogadores já sentem o peso da cobrança extra provocada pelos resultados ruins. A dificuldade para sair de situações difíceis de uma partida seria reflexo disso.

Com 12 derrotas no Brasileiro e sua pior participação no primeiro turno na era dos pontos corridos, o Palmeiras continuará como um dos quatro rebaixados mesmo que consiga vencer o Grêmio. Na 17ª colocação, soma apenas 16 pontos e já está quatro atrás do Bahia, o primeiro time fora do grupo. Já se for derrotado em casa, corre risco até de terminar a 21ª rodada na lanterna.

Para ampliar a experiência e o poder de reação do time, Scolari terá neste sábado a volta de Luan, que não joga desde a final da Copa do Brasil devido a uma contusão na coxa.

O meia chileno Valdivia cumpre suspensão, e Tiago Real, contratado do Joinville e apresentado na sexta-feira, pode ficar com a vaga e já estrear como titular na equipe.

 

Folha