BESSA GRILL
Início » Esportes » Neymar faz dois, Barça derrota Villarreal e vai à final da Copa do Rei

Neymar faz dois, Barça derrota Villarreal e vai à final da Copa do Rei

4/03/2015 23:54

neymarPor três minutos, o Villarreal acreditou que era possível tornar realidade os gritos da torcida e conseguir uma virada heroica contra o Barcelona. Mas coube a Neymar acabar com os sonhos do Submarino Amarelo: com um gol em meio à pressão rival e outro no fim do jogo, o brasileiro brilhou na vitória por 3 a 1 do Barcelona, que colocou o time catalão na final da Copa do Rei. Luis Suárez completou o placar.

Na decisão, o Barça vai enfrentar o Athletic Bilbao, que derrotou o Espanyol por 2 a 0 nesta quarta-feira. A decisão está marcada para o dia 30 de maio, ainda sem local definido. Até lá, a equipe poderá se concentrar em outras duas frentes na temporada: o Campeonato Espanhol e a Liga dos Campeões.

Após vencer por 3 a 1 no jogo de ida, o Barcelona chegou à partida com boa vantagem: poderia perder por até um gol de diferença que, ainda assim, se classificaria. O Villarreal, porém, estava confiante: durante a semana, criou uma campanha mostrando que era possível superar os catalães.

O início do Villarreal foi animador. O Submarino Amarelo marcou forte o Barça, sufocou a saída de bola e criou boas chances de gol, assustando o rival. Mas cometeu o erro de se expor demais. Assim, num rápido contra-ataque, Suárez tocou para Messi, que cruzou na medida para Neymar se antecipar a Asenjo e abrir o placar. O relógio marcava três minutos de jogo, e a tarefa dos anfitriões se tornava quase impossível.

O Villarreal sentiu o baque, mas conseguiu se recuperar. Voltou a criar chances e até empatou, com Jonathan dos Santos, aos 39 minutos do primeiro tempo. Mas a sensação era de que o melhor momento já havia passado. Na etapa final, o time não manteve o ritmo e se viu envolvido no toque de bola do Barça.

Com a expulsão de Pina, aos 19 minutos do segundo tempo, a situação ficou complicada. O Barça não perdoou: em novo contra-ataque, Suárez foi lançado por Mascherano e ampliou a vantagem, aos 28 – antes o uruguaio tinha se irritado com Neymar, que não tocou uma bola para ele em contragolpe perigoso. Com o Villarreal entregue, o brasileiro definiu o placar aos 42.