BESSA GRILL
Início » Esportes » Náutico passa susto, mas vence Belo Jardim e fica com título do 1º turno

Náutico passa susto, mas vence Belo Jardim e fica com título do 1º turno

Timbu venceu Calango por 3 a 2 na noite desta quarta; equipe saiu na frente com dois gols e viu o rival chegar perto de empatar partida

21/02/2013 06:59

O Náutico cumpriu com êxito a primeira meta do ano e levou o título de campeão do primeiro turno do Campeonato Pernambucano 2013. Na noite desta quarta-feira, no estádio Mendonção, o Timbu venceu o Belo Jardim por 3 a 2 e terminou a fase inicial do estadual na primeira colocação. A equipe ficou com 19 pontos, mesma pontuação do Central, e levou a melhor no saldo de gols.

O primeiro gol do Náutico foi marcado por Kieza, que atuou como capitão da equipe no lugar de Martinez. O atacante pode ter feito sua última partida pelo Timbu uma vez que está em negociação com um clube da China. Ele espera uma proposta do time alvirrubro para saber se continua no Recife, mas as negociações não estão favoráveis aos pernambucanos.

A noite ainda teve gols do volante Marcos Paulo, estreante da noite, e do atacante Rogério. Esse foi o primeiro jogo do atleta depois que voltou ao Náutico após abandonar o clube no carnaval. O Belo Jardim descontou com Douglas e com Fernandinho. O público da partida foi de 6.008 torcedores para uma renda de R$ 35.643,50.

Antes da bola rolar, os clubes tomaram conhecimento de uma decisão da Justiça, que na noite desta quarta proibiu as torcidas organizadas do Náutico, Sport e Santa Cruz frequentarem os estádios em Pernambuco ou se reunirem no entorno dos palcos dos jogos.

A decisão da Justiça foi tomada após os incidentes em frente ao estádio dos Aflitos no último sábado, quando um torcedor do Náutico foi baleado. Na noite desta quarta, em Belo Jardim os jogadores alvirrubros entraram com uma faixa no gramado do estádio Mendonção em homenagem a Lucas Lyra, 19 anos, que segue internado em estado grave no Hospital da Restauração, no centro do Recife.

Belo Jardim e Náutico voltam a campo no fim de semana pelo segundo turno do Campeonato Pernambucano. O Timbu jogará em casa, nos Aflitos, às 16h do domingo. O Calango vai a Caruaru no mesmo dia e horário encarar o Central no estádio Lacerdão.

Náutico coloca mão na taça no primeiro tempo

Com o apoio da torcida e precisando da vitória para ser campeão do primeiro turno e garantir uma vaga na Copa do Brasil e na Série D, o Belo Jardim começou o jogo ‘assanhado’. O primeiro lance de perigo do Calango surgiu aos quatro minutos, mas André Recife mandou de cabeça para fora.

O Náutico sentiu dificuldades com o gramado do estádio Mendonção e demorou a se achar em campo. Mas bastou uma chance para o Timbu abrir o placar. O meia Vinícius Pacheco achou Kieza e o atacante chutou por baixo do goleiro Romero, marcando o primeiro gol da partida.

Depois de sofrer o gol, parecia que Belo Jardim iria conseguir empatar logo. Aos 17 minutos, Muller driblou o zagueiro Alison, em uma bela jogada na área alvirrubra, e só não fez o gol porque o goleiro Felipe apareceu bem. Um minuto depois foi a vez de Xinho quase acertar o ângulo do camisa 1 do Timbu.

Aos 20 minutos, o jogo foi paralisado devido a uma confusão entre o zagueiro Eduardo Eré e o atacante Kieza. Quando a bola voltou a rolar, aos 21 minutos, Marcos Paulo, estreante da noite, mandou de cabeça e ampliou para o Náutico. A partir daí, o Timbu começou a tomar conta do jogo sem dar muitas chances ao Belo Jardim.

Sem muitos espaços no campo, o Belo Jardim passou a arriscar chutes de longa distância ou tentou aproveitar as cobranças de falta. As tentativas foram em vão e os donos da casa foram para os vestiários em desvantagem.

Segundo tempo com dois golaços

No segundo tempo, o Belo Jardim continuou com o mesmo ímpeto do começo da primeira etapa. O Calango pressionou o Náutico desde os minutos iniciais e aos cinco minutos deu um susto grande nos rivais. Muller invadiu a área e chutou à queima-roupa para uma excelente defesa de Felipe. No rebote, a bola ficou com Yannick e com o gol livre ele acertou a trave.

Depois desse lance, Kieza e o zagueiro Eduardo Eré voltaram a bater boca e o clima quase pegou fogo com a presença de outros jogadores do Náutico e do Belo Jardim. Os ânimos só se acalmaram quando o juiz Sebastião Rufino Filho entrou na jogada e deu cartão amarelo para o defensor do Calango.

Assim como no primeiro tempo, o Náutico balançou as redes quando parecia que o Belo Jardim ia tomar conta da partida. Aos 17 minutos, o atacante Rogério chutou de longe, encobriu o goleiro do Calango e acertou o ângulo. Esse foi o primeiro jogo do atleta depois que ele voltou ao Timbu após abandonar o clube no carnaval.

O primeiro gol do Belo Jardim saiu aos 23 minutos, com Douglas. Animados pelo resultado do Central, que perdia do Ypiranga, os jogadores do alviverdes foram para cima tentar a virada que daria ao time o título de campeão. Aos 28 minutos, foi a vez de Fernandinho brindar os torcedor presentes ao Mendonão com outro belo gol ao acertar o ângulo esquerdo do goleiro Felipe.

A partir daí, o Belo Jardim tentou de todas as formas chegar ao empate e tentar uma virada. Mas, mesmo com os quatro minutos de acréscimo, o Calango viu o Náutico sair de campo vitorioso do estádio Mendonção.

Globo Esporte – PE