BESSA GRILL
Início » Esportes » Inspirado em Ceni, goleiro de 13 anos assina contrato com o São Paulo

Inspirado em Ceni, goleiro de 13 anos assina contrato com o São Paulo

2/02/2018 15:39

Diego Henrique tem 13 anos e 1,82m de altura. O tamanho do menino e a desenvoltura como goleiro atuando no ano passado pelo Sport chamaram a atenção de um olheiro do São Paulo, que não quis perder a chance de ter uma jóia no elenco. Em 2018, a camisa que ele vai vestir é justamente a do Tricolor paulista e, no clube, tem a esperaça de trilhar o mesmo caminho do ídolo Rogério Ceni.

O contrato de formação – por não ter idade ainda para assinar um profissional – tem duração de um ano. Diego vai ser integrado à categoria sub-14 e vai morar no CT do clube, em Cotia, no interior de São Paulo, onde vai ter direto a moradia, alimentação, estudos e também uma ajusta de custo.

Ele começou a jogar bola no futsal aos 5 anos, no Benfica – tradicional time de João Pessoa -, e permaneceu até hoje, agora nos gramados. Mas nem sempre atuou na posição de goleiro.

– No início fui ser jogador (na linha). Acabei não dando muito certo como jogador. O professor depois me colocou no gol e deu certo – relembrou o garoto de 13 anos.

Quem treinou Diego Henrique desde o início da carreira nas quadras foi Carlos Pinto. Inclusive, o professor intensificou os treinamentos do pupilo antes do embarque para São Paulo nesta sexta-feira.

– Isso é uma satisfação. Todo treinador de goleiros sonha em preparar goleiros nas categorias de base e ver no profissional. É só esperar o tempo de Diego chegar, que, com certeza, ele vai vencer na vida – comemorou Carlos Pinto.

Na nova casa, o goleiro paraibano ainda irá buscar adaptação e o entrosamento com os parceiros. Mas Diego Henrique deixa João Pessoa bem determinado a tentar fazer história feito o ídolo dele, Rogério Ceni, e também querendo se aperfeiçoar no fundamento da bola parada.

– Sempre quis ser igualzinho a Rogério Ceni. Sempre treinei para isso e estou aí nessa carreira. Quero tentar bater faltas como ele também – finalizou.

www.reporteriedoferreira.com.br G1