BESSA GRILL
Início » Esportes » Hulk salva o Brasil de vexame no Morumbi

Hulk salva o Brasil de vexame no Morumbi

8/09/2012 06:16

O futebol não agradou os torcedores que foram ao Morumbi, mas a seleção brasileira conseguiu a vitória sobre a África do Sul por 1 a 0, nesta sexta-feira, em amistoso disputado em São Paulo. Sem brilho e sob vaia durante boa parte do confronto, os comandados de Mano Menezes precisaram do solitário gol de Hulk, no segundo tempo, para triunfar.

O resultado, no entanto, não deve diminuir a pressão sobre o treinador, que ainda sofre com a perda da medalha de ouro na Olimpíada de Londres para o México. Para que isso aconteça, será fundamental uma vitória convincente sobre a China, segunda-feira, às 22 horas, no Estádio do Arruda, no Recife, também em amistoso.

O Brasil só chegou aos 16 minutos, em uma jogada de bola parada. Oscar cobrou falta da intermediária, pela direita, na cabeça de Dedé, que cabeceou forte, mas no meio do gol, o que facilitou o trabalho de Igesund. Faltava criatividade aos comandados de Mano Menezes, que encontravam dificuldade para furar o bloqueio sul-africano.

O fraco futebol da seleção só fez a pressão da torcida aumentar e tudo isso seria amenizado se Neymar não tivesse perdido gol feito aos 42 minutos, quando recebeu grande lançamento e chutou em cima do goleiro.

As vaias da torcida geraram reações diferentes nos jogadores ao fim do primeiro tempo.”Também não gostamos do primeiro tempo, então o torcedor não vai gostar”, apontou Leandro Damião.

O segundo tempo começou ruim para a seleção. Aos 4 minutos, Parker arrancou pela direita, passou por David Luiz e cruzou. O primeiro gol da partida só não saiu porque Dedé cortou. Quando os gritos de “adeus, Mano” voltavam a ser entoados da arquibancada, o Brasil abriu o placar, aos 29 minutos. Depois de cobrança de escanteio, David Luiz foi lançado na esquerda. Ele bateu em cima de Igesund e a bola sobrou para Hulk, que ganhou do zagueiro e encheu o pé para fazer 1 a 0.

Mais leves com a vantagem e com o apoio da arquibancada, que passou a gritar “Brasil” após o primeiro gol, os jogadores brasileiros se soltaram em campo. No fim, mesmo com a vitória, a seleção deixou o campo sob vaias.

 

 

 

 

do Yahoo