BESSA GRILL
Início » Esportes » Grêmio luta até o fim e arranca empate do Newell’s Old Boys

Grêmio luta até o fim e arranca empate do Newell’s Old Boys

20/03/2014 00:01

gremioO Grêmio perdia para o Newell’s Old Boys até os 46 minutos do segundo tempo. Levou pressão, bola na trave, mas se jogou ao ataque e ‘na raça’, conseguiu manter a liderança do grupo 6 da Libertadores. Nesta quarta-feira, em Rosário, na Argentina, pela quarta rodada da chave, o placar de 1 a 1 foi amplamente comemorado pela equipe brasileira. Rhodolfo fez o gol salvador.

São 8 pontos conquistados. Um a mais que o Atlético Nacional, que soma 7. Em terceiro aparece o Newell’s com 5 e o Nacional já não tem mais chances de classificação e possui apenas 1 ponto. Na próxima rodada, o Grêmio visita o Atlético Nacional na Colômbia enquanto o Newell’s pega o Nacional no Uruguai.

O Grêmio tentou firmar posto no campo adversário no início do jogo. Até os 10 minutos de partida, o time brasileiro tinha conseguido boas ações ofensivas. Porém, em seguida conheceu a pressão da torcida e do time rival. Aos 16, Ponce se livrou de três marcadores e bateu forte de fora da área. Marcelo Grohe saltou e fez uma difícil defesa colocando para escanteio.

A partir daí só deu Newell’s. As respostas do Grêmio foram raras e em contra-ataques. O jogo voltou a paridade de forças a partir dos 30, com poucas chances claras de parte a parte.

O sistema defensivo do Grêmio conseguiu suportar bem a pressão dos argentinos. Em uma rara escapada, aos 45 do primeiro tempo, Ponce bateu cruzado de dentro da área e Marcelo Grohe pegou novamente. Ao fim da primeira etapa, o goleiro do Grêmio foi a figura mais destacada.

“Está difícil. O time deles têm muita qualidade troca a bola de um lado para o outro. Temos que sofrer, a Libertadores é assim. Vamos, quem sabe, fazer um golzinho no segundo tempo”, disse o volante Edinho.

No começo do segundo tempo o Newell’s acertou a trave. Wendell dominou errado e Ponce bateu de primeira acertando o travessão aos 2 minutos da etapa final. A resposta gremista veio aos 11. Ramiro recebeu de Luan e bateu forte de dentro da área, mas Guzmán espalmou.

Aos 13 minutos, Grohe salvou novamente. Uma cobrança de falta foi cabeceada por Villalba e o camisa 1 do Grêmio espalmou, a bola bateu na trave e não entrou. O Grêmio escapou de sair atrás. Ao contrário do primeiro tempo, o segundo foi aberto e com chances de ambos os times.

Aos 28 minutos, Riveros recebeu de Luan pela direita e bateu de primeira. Guzmán colocou para escanteio. Na cobrança, Rhodolfo perdeu de cabeça uma grande oportunidade. Guzmán havia passado da bola e o zagueiro cabeceou para fora.

O Grêmio dava indícios que suportaria a pressão. Mas aos 33 minutos cedeu. Um cruzamento da direita mal afastado pela zaga gremista acabou com Maxi Rodríguez, que bateu de primeira, no meio do gol, mas a bola passou por baixo de Marcelo Grohe, que até então tinha grande atuação.

Aos 35,  Barcos entrou sozinho e tentou o empate, mas Guzmán defendeu. O jogo ficou nervoso, com os brasileiros totalmente no ataque. Enderson Moreira chegou a colocar o centroavante Everaldo no lugar do lateral direito Pará. No desespero, o empate aconteceu. Rhodolfo aparou cruzamento de cabeça e igualou o jogo aos 46 da etapa final.