BESSA GRILL
Início » Esportes » Ganso marca e reservas do São Paulo vencem Sorocaba

Ganso marca e reservas do São Paulo vencem Sorocaba

Meia contratado do Santos no ano passado fez seu primeiro gol com a camisa do Tricolor

27/01/2013 00:24

tn_620_600_123070142 (1)

Após aplicar 5 a 0 no Bolívar, na quarta-feira, o São Paulo voltou a campo neste sábado (26) com seus reservas, em rodada do Paulistão. E não teve maiores dificuldades para vencer o Atlético Sorocaba por 2 a 1, no Morumbi. Sem os titulares, a pouca torcida presente no estádio pôde ver o primeiro gol de Ganso com a camisa do São Paulo. O argentino Cañete marcou o outro gol dos anfitriões, válida pela terceira rodada.

Com sua segunda vitória em dois jogos (partida da 2ª rodada foi adiada), o São Paulo chegou aos seis pontos e entrou na disputa pelas primeiras posições da tabela. Já o Atlético Sorocaba segue sem vencer, com duas derrotas e um empate até agora.

O São Paulo entrou campo neste sábado com seu time reserva, com exceção do atacante Aloísio, que foi substituído no segundo tempo. O técnico Ney Franco poupou seus titulares, visando o jogo da volta contra o Bolívar, na próxima quarta-feira, na Bolívia, pela fase preliminar da Copa Libertadores. A delegação são-paulina viajará para o país vizinho nesta segunda-feira.

Sem os titulares, a partida contra o Atlético serviu de importante teste para jogadores como Ganso, Casemiro, Rafael Toloi e Cañete, ansiosos por novas chances na equipe principal. Ganso e o argentino foram os que aproveitaram melhor a oportunidade, em razão dos gols. O segundo, em sua primeira partida como titular, ainda participou das principais jogadas do São Paulo.

O jogo

Longe de apresentar o mesmo futebol da goleada sobre o Bolívar, o São Paulo não brilhou no primeiro tempo, mas fez o suficiente para abrir vantagem no placar. Sem entrosamento, o time reserva sofria com limitações técnicas e praticamente não investia na armação.

Os melhores lances surgiam em levantamentos na área, com Carleto e o esforçado Cañete. Aos 21 minutos, ele aproveitou sobra dentro da área, ajeitou a bola e bateu colocado. Só não marcou porque Marcelo Moretto espalmou para fora, em grande defesa. O goleiro também teve atuação decisiva seis minutos depois, ao neutralizar forte chute de Paulo Miranda, de longe.

O gol acabou surgindo em cruzamento de Carleto e cabeçada certeira de Ganso. O meia se antecipou à defesa na primeira trave e abriu o placar aos 30 minutos. Na sequência, Edson Silva quase ampliou ao completar cruzamento rasteiro de Cañete, pela esquerda. O zagueiro pegou mal na bola e mandou por cima do travessão.

Depois de um primeiro tempo tranquilo, o São Paulo passou a levar sustos na defesa, que praticamente não trabalhou antes do intervalo. Aos 14, César chutou forte e Denis fez a defesa. No rebote, Tiago Marques encheu o pé, de cara para o gol, mas mandou para longe.

Nova investida aconteceu aos 30, em tabela de Balotelli com Da Silva. O segundo foi até a linha de fundo e deu belo passe de calcanhar para o atacante vir de trás e bater forte para fora.

Mais eficiente, o São Paulo só precisou de uma investida perigosa no ataque para ampliar o placar. Aos 31, Cañete recebeu fora da área e finalizou no ângulo, em um belo gol. Antes do apito final, o Atlético Sorocaba ainda descontou, com gol de cabeça de Fábio Sanches, sem marcação dentro da área, aos 38.

Pelo Paulistão, o São Paulo só volta a campo no dia 3 de fevereiro para o clássico com o Santos, na Vila Belmiro, pela 5ª rodada. O duelo da rodada anterior foi adiado para abril porque se chocaria com a partida de volta contra o Bolívar, no meio da próxima semana.

Gazeta