BESSA GRILL
Início » Esportes » Galo lança nova camisa com gola V e escudo em referência à Libertadores

Galo lança nova camisa com gola V e escudo em referência à Libertadores

17/03/2014 16:16

atletico-mgO Atlético-MG tem um novo manto. Nesta segunda-feira, na sede administrativa do clube, na região centro-sul de Belo Horizonte, o Galo lançou seu novo uniforme para a temporada 2014, agora com fornecimento da Puma. A camisa, que tem gola V, mangas pretas e um escudo com alusão à conquista da Libertadores no ano passado, estreia nesta quarta-feira, quando a equipe encara o Nacional-PAR, às 19h45m (de Brasília), no Independência. O uniforme principal estará nas lojas oficiais do clube a partir de 25 de março e no mercado a partir de 5 de abril.

As camisas de treino também foram lançadas, nas cores preta e amarela. A camisa branca de jogo não tem a gola V, mas também inclui o escudo alusivo à Libertadores.

A parceria entre Atlético-MG e a marca alemã fornecedora de material esportivo foi confirmada oficialmente na última quinta-feira e terá duração de dois anos. O presidente do clube, Alexandre Kalil, vibrou com o escudo em referência à conquista continental.

– O que achei mais bonito nessa camisa é o bottom. Conhecemos o produto Atlético, uma marca muito forte, e temos que garantir a importância de nosso escudo, para atrair cada vez mais clientes desse nível com a gente. Agora estamos colhendo os frutos e a honra de estampar alguma coisa na camisa. Queremos desejar muita sorte a mais este parceiro que se soma na nossa estampa de camisa. Estamos felizes, tenho certeza de que vai ser uma parceria duradoura – disse Kalil.

Recuo

O time alvinegro atuou sem a logomarca do patrocinador de material esportivo nos últimos quatro jogos, pois o contrato com a Lupo, antiga fornecedora, já havia se encerrado. O acordo com o antigo fornecedor foi muito vangloriado na época pelo presidente do clube, que renderia aos cofres do Galo R$ 25 milhões por dois anos de contrato. Mas não deu certo. Problemas de distribuição por parte da empresa de material esportivo minaram o acordo, que se encerrou com pouco mais de um ano.

– O contrato não é maior, é menor do que da Lupo. Não tenho o menor constrangimento de dizer isso. Porque a bolha do futebol explodiu. O que se esperava na Copa do Mundo para os clubes brasileiros não aconteceu. O contrato é muito bom, positivo, mas ele não é maior do que o contrato rompido conosco.

A renovação da parceria não ocorreu devido aos vários problemas de distribuição por parte da empresa. As conversas com a Puma já estavam ocorrendo desde o ano passado, mas a diretoria alvinegra tratava a negociação em sigilo.