BESSA GRILL
Início » Esportes » Flamengo embarca sob protestos: Felipe, Elano e A. Santos são os grandes alvos

Flamengo embarca sob protestos: Felipe, Elano e A. Santos são os grandes alvos

Cerca de 20 torcedores vão ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, cercam os jogadores e cobram melhores resultados

19/07/2014 20:13

Clima quente no embarque do Flamengo para Porto Alegre. Cerca de 20 torcedores foram ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, neste sábado, protestar contra a última colocação no Campeonato Brasileiro. Antes da viagem para partida com o Internacional, domingo, no Beira-Rio, o grupo cercou os jogadores no saguão do local e cobrou melhores resultados. Felipe, Elano e André Santos foram os alvos principais.

Ciente de que o protesto tinha sido marcado, o Flamengo reforçou a segurança e colocou homens à paisana para protegerem os jogadores. As cobranças, no entanto, foram todas verbais. O tom ficou mais ríspido quando Elano desceu do ônibus e torcedores se aproximaram gritando:

– Tem que correr, Elano. Vamos correr. Está pensando que isso aqui é Santos?

Logo depois, André Santos deixou o veículo e também foi muito cobrado. Os rubro-negros também pediram maior dedicação ao lateral e chegaram a dizer para ele voltar para Turquia, onde defendeu o Fenerbahçe. Já dentro do aeroporto, o tom foi de ameaça.

– Já passou da hora de meter o pé. Se não ganhar lá (em Porto Alegre), nem volta para o Rio.

A paciência dos torcedores também chegou ao fim com Felipe, que teve seus rebaixamentos por Corinthians e Vitória lembrados. Nenhum jogador, entretanto, passou ileso pelos torcedores. A Mattheus, por exemplo, disseram para “deixar o papai de lado e jogar bola”, enquanto com João Paulo as palavras foram: “Até ontem jogava no interior de São Paulo e agora não quer correr”.

Já os dirigentes tiveram trégua dos torcedores. O presidente Eduardo Bandeira de Mello passou quase despercebido na delegação. De uma das portas do aeroporto, o diretor executivo Felipe Ximenes observou o protesto e o máximo que ouviu foi questionamentos sobre “o que era necessário para que os principais alvos deixassem o clube”.

Muito pressionado, o Flamengo encara o Internacional, domingo, às 16h (de Brasília), no Beira-Rio, pela 11a rodada do Brasileirão. Há sete rodadas sem vencer e com somente sete pontos em dez jogos, o clube é o último colocado na tabela.

globoesporte.com