Flamengo elimina Inter e volta à semi da Libertadores depois de 35 anos
Rodrigo Ziebell / FramePhoto / Agência O Globo

Flamengo elimina Inter e volta à semi da Libertadores depois de 35 anos

Depois de 35 anos, o Flamengo está em uma semifinal de Copa Libertadores. Com o empate em 1 a 1 com o Internacional, na noite desta quarta-feira, no Beira-Rio, com gols de Lindoso e Gabigol, o time rubro-negro se valeu da vitória por 2 a 0 no primeiro jogo e se garantiu na próxima fase da competição continental, quando o adversário será o Grêmio, nos dias 2 e 23 de outubro. O Flamengo decide no Maracanã.

No próximo fim de semana, as equipes voltam a campo pelo Brasileiro. O Inter joga no sábado, às 21h, contra o Botafogo, no Beira-Rio. No domingo, o Flamengo recebe o Palmeiras, às 16h, no Maracanã.

Domínio rubro-negro

Mesmo jogando fora de casa, o Flamengo dominou o primeiro tempo no Beira-Rio . Jogando com naturalidade e sem mudar seu estilo de jogo, o time de Jorge Jesus começou pressionando o Inter . Com boa troca de passes e boas infiltrações, o Rubro-Negro teve duas boas chances com menos de dois minutos de jogo. Na primeira, Arrascaeta recebeu pela direita, cortou para o meio e chutou de fora da área, mas o Marcelo Lomba espalmou. Logo depois, Cuéllar deu um belo passe para Gabigol, que saiu na cara de Lomba, que fez uma excelente defesa.

O Inter tentou respondeu rápido, mas não levou tanto perigo. Aos seis minutos, Rafael Sobis teve um chute travado em cima da hora por Rodrigo Caio e a bola foi para escanteio. Na cobrança, Diego Alves tentou agarrar, mas a bola chegou a ir para o gol após trombada bom Guerrero, mas o juiz marcou falta em cima do goleiro do Flamengo.

Fla desperdiça chances

Melhor em campo, o Flamengo empilhou chances de abrir o placar. Mas não conseguiu ser efetivo. Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol, de novo, tiveram oportunidades de marcar e não conseguiram. No primeiro tempo, os visitantes tiveram cinco chances reais de gol, contra apenas uma do Inter.

Colorado volta melhor

O Inter voltou do intervalo procurando mais o jogo e valorizando mais a bola, apesar de ter dificuldade de criar chances claras de gol. Assim, o técnico Odair Hellmann colocou Nico López e Wellington Silva na equipe e o time ficou mais ofensivo. E deu resultado. Aos 15, D’Alessandro cobrou uma falta na área e Lindoso cabeceou sozinho para o gol. Após seis minutos de checagem do VAR, o árbitro confirmou o gol para o Beira-Rio explodir em festa.

Gabigol decide

Acuado pelo Inter, que pressionava pelo segundo gol, o Flamengo passou a jogar de forma reativa. Aos 39, com o time da casa todo na frente, Bruno Henrique puxou um contra-ataque, arrancou pela esquerda e tocou paga Gabigol, livre, só empurrar para o gol, sacramentando a classificação do Flamengo para a tão aguardada semifinal.

www.reporteriedoferreira.com.br  Por Lance