BESSA GRILL
Início » Esportes » Espera do Palmeiras por Riquelme, novela de Felipe no Vasco movimentam o mercado da bola

Espera do Palmeiras por Riquelme, novela de Felipe no Vasco movimentam o mercado da bola

22/12/2012 14:33

O mercado da bola foi agitado nesta sexta-feira, apesar da proximidade dos feriados e das festas de fim de ano. As principais notícias do dia foram, a novela sobre a saída do ídolo Felipe do Vasco e a confirmação de que o Palmeiras fez proposta por Riquelme.

 

Um dos maiores ídolos da história do Vasco, Felipe pode não vestir mais a camisa do Vasco. O diretor executivo René Simões ameaçou rescindir o contrato do atleta, o que deve ser discutido nos próximos dias, após as reclamações do jogador e a necessidade de reduzir a folha de pagamento. O armador tem um dos vencimentos mais altos do grupo e não vinha sendo titular do Cruzmaltino.

Felipe deu uma entrevista durante a semana ao Jornal Extra, criticando o atraso de salários e o ambiente do clube. Ele mostrou incômodo com o pagamento de salário para alguns jogadores, evitando que eles conseguissem a liberação. O presidente Roberto Dinamite ainda desmente a saída e diz que vai conversar com o atleta.

Após anunciar duas contratações para 2013 – o goleiro Fernando Prass e o lateral direito Ayrton, o Palmeiras também agitou as vésperas do Natal. O técnico Gilson Kleina admitiu pela primeira vez publicamente que quer contar com Riquelme para a disputa da Série B e da Libertadores.  Em entrevista à Fox Sports, o comandante afirmou que torce pelo sim de “El Diez”.

A negociação, no entanto, será complicada. Riquelme pode preferir ficar no Boca Juniors por causa da chegada de Carlos Bianchi ao time argentino. O comandante deve conversar com o meia ainda nesta sexta-feira para convencê-lo a permanecer entre os xeneizes. A decisão deve sair no sábado.

Outra negociação que parece travada é entre Santos e Cruzeiro em torno do argentino Montillo. O diretor de futebol do time mineiro, Alexandre Mattos, afirmou que nenhuma proposta satisfez o clube celeste e avisa que não vai negociar apenas a parte do time cruzeirense nos direitos econômicos (60%) do atleta, mas sim o valor total, diferentemente do que gostaria o Santos.

O cartola ainda ironizou os rivais. “Se quiserem o Montillo, mandem o Neymar e mais um troco e ainda dava para pegar 20% do BMG (percentual que o banco pertence de Montillo)”, disse, em entrevista à Rádio Itatiaia.