BESSA GRILL
Início » Esportes » Drogba é ovacionado, mas, em campo, acaba ofuscado por Eto’o

Drogba é ovacionado, mas, em campo, acaba ofuscado por Eto’o

19/03/2014 17:21

Os holofotes estavam todos em Didier Drogba. Afinal, o marfinense voltava pela primeira vez ao Stamford Bridge, desta vez vestindo a camisa do Galatasaray. Mas, pelos Blues, outro africano tratou de brilhar. Escalado como titular, Samuel Eto’o abriu o placar da vitória dos ingleses por 2 a 0, jogou bem e travou um duelo de opostos com a estrela da equipe turca.

Torcida Drogba Chelsea x Galatasaray (Foto: AFP)
‘Para sempre em nossos corações’, diz o painel estendido pela torcida do Chelsea em homenagem a Drogba (Foto: AFP)

Antes do jogo, Drogba dominou as atenções. Ainda no aquecimento, quando se dirigiu à lateral do campo para um exercício, foi ovacionado por torcedores do Chelsea, que cantaram seu nome. Depois, foi homenageado pelo ex-clube: recebeu uma chuteira de prata e, ao lado do filho, teve dificuldades para segurar as lágrimas enquanto era aplaudido por todo o estádio.

– Vou sempre lembrar do carinho dos torcedores e dos momentos que passamos juntos. Foi muito legal este retorno – disse o craque marfinense após o jogo.

Se a partida era especial para Drogba, para Eto’o representava apenas mais um passo para se firmar de vez no comando do ataque do Chelsea, após um começo discreto, que também gerou críticas relacionadas à idade do jogador.

Drogba e Sneijder Chelsea x Galatasaray (Foto: AP)
Drogba observa os torcedores do Chelsea: marfinense recebeu diversas demonstrações de carinho (Foto: AP)

 

JOGO COM AS MÃOS E COM OS PÉS

O primeiro encontro entre Drogba e Eto’o ocorreu pouco antes de a bola rolar, no tradicional cumprimento entre os jogadores. Os africanos trocaram um longo abraço, como se acertassem ali o papel de cada um na partida.

Se foi realmente isso, então eles teriam definido que Eto’o se movimentaria menos, mas seria mais eficiente e jogaria com os pés. Drogba, por sua vez, correria o campo inteiro, pouco tocaria na bola e jogaria apenas com as mãos, de tanto orientar os companheiros.

Drogba e Eto'o Chelsea x Galatasaray  (Foto: AP)Amigos: Drogba e Eto’o se abraçam antes do jogo entre Chelsea e Galatasaray pelas oitavas da Champions (Foto: AP)

 

Pois foi exatamente o que aconteceu. Logo aos quatro minutos, Eto’o apareceu para abrir o placar em chute cruzado, após passe de Oscar. Esta foi a função do camaronês: jogar enfiado entre os zagueiros, sendo lançado em velocidade nas costas da defesa. Era ele a referência do ataque dos Blues, que tinham espaço para contragolpear.

Drogba, por sua vez, não teve vida fácil. Lutou, correu, pulou, reclamou, orientou… Mas pouco tocou na bola. Pelo ar, foi facilmente batido por Terry e Cahill; no chão, sofreu com a péssima partida de Sneijder e foi pouco acionado; irritado, reclamou com Eboué, Senan e Alex Telles, tentando acertar o posicionamento. Sobrou até para a defesa, desatenta em lances de bola parada. Em vão: numa jogada assim, Cahill ampliou para o Chelsea.

Eto'o Chelsea x Galatasaray (Foto: Reuters)
Eto’o festeja gol ao lado dos brasileiros Ramires, Willian e Oscar: atacante teve assistência do camisa 11 (Foto: Reuters)

 

Foram apenas duas finalizações de Drogba no jogo inteiro: a primeira, numa cobrança de falta no primeiro tempo, quando isolou a bola e foi aplaudido pelos torcedores do Chelsea. A segunda, já nos acréscimos do confronto, quando pegou mal na bola dentro da área e não assustou Cech. No meio disso, aos 22 minutos do segundo tempo, recebeu cartão amarelo após falta em Azpilicueta, o que resultou em vaias dos fãs dos Blues ao árbitro alemão Felix Brych.

ETO’O NAS GRAÇAS DOS BRASILEIROS

Eto’o, com companhias mais qualificadas, participou melhor do jogo, embora não tenha sido tão acionado, já que o Chelsea praticamente se restringia aos contra-ataques. Entretanto, em diversas jogadas o camaronês mostrou bom entendimento com os brasileiros Oscar e Willian, que o elogiaram depois do jogo.

– Eto’o é o Eto’o, está jogando bem. Ele é um jogador experiente, já ganhou a Champions League e muitos títulos. Tomara que ele não continue assim na Copa (risos) – brincou Oscar, lembrando que Camarões é um dos rivais do Brasil no Mundial.

Eto'o e Oscar Chelsea x Galatasaray (Foto: Reuters)
Eto’o e Oscar comemoram o primeiro gol do Chelsea, marcado pelo camaronês após passe do brasileiro (Foto: Reuters)

 

– Eto’o é um grande jogador, vem decidindo jogos para a gente, marcando gols importantes – completou Willian.

Aos 40 minutos do segundo tempo, Eto’o deixou o gramado, bastante aplaudido, para a entrada de Fernando Torres. Saiu com a missão cumprida, a impressão de que começa a tomar conta da posição e a certeza de que será a principal ameaça de Camarões contra o Brasil. Mais: deixou o palco para Drogba.

Mesmo com a eliminação do Galatasaray, o marfinense saiu ovacionado. Foi o último a deixar o gramado. Antes, foi até a torcida turca e a saudou. Depois, virou-se para seu antigo amor e foi novamente aplaudido, ouvindo seu nome em uníssono, como em tantas outras vezes.

– Didier Drogba!

torcida Drogba jogo Galatasaray e Drogba (Foto: Getty Images)
‘Retorno do rei’, diz o cartaz exibido pelo casal em homenagem ao ídolo Didier Drogba  (Foto: Getty Images)

Torcida Drogba Chelsea x Galatasaray (Foto: AFP)
G1.