BESSA GRILL
Início » Esportes » Deco diz que Neymar é craque, mas admite: ‘Não gosto dele como pessoa’

Deco diz que Neymar é craque, mas admite: ‘Não gosto dele como pessoa’

Meia do Fluminense evita comentar se uma possível transferência para a Europa seria benéfica para o santista. Mais tarde, em nota, se desculpa

3/04/2013 23:38

neymaredecoO meia Deco, do Fluminense, revelou nesta quarta-feira que não nutre grande admiração por Neymar quando o assunto é a vida fora das quatro linhas. O luso-brasileiro, em entrevista à Rádio Bradesco Esportes FM, evitou comentar sobre opções para o futuro do atacante santista. Deco foi incisivo ao responder se achava que Neymar deveria se transferir para o futebol europeu.

– Não acho nada. É a vida dele. Ele sabe o que é melhor, o pai, a família. Não gosto dele como pessoa. Admiro como jogador, é craque. Mas isso é um problema dele. Deixa ele fazer a vida dele – declarou Deco.

Diante da insistência do entrevistador, o meia do Fluminense, que se projetou desde novo no futebol europeu, aceitou comentar, de forma geral, sobre as vantagens de tentar a vida no Velho Continente.

– Na Europa você acaba competindo com os melhores e evolui – explicou.

Neymar vê seu nome constantemente em especulações envolvendo as maiores potências do futebol mundial, principalmente o Barcelona. Deco, por sua vez, fez fama e se naturalizou português após grande sucesso com a camisa do Porto. Teve ainda passagens de sucesso por Barcelona e Chelsea antes de retornar ao futebol brasileiro para defender o Fluminense.

Em dezembro do ano passado, por ocasião do amistoso entre Amigos de Ronaldo e Amigos de Zidane, em Porto Alegre, Neymar postou em uma rede social uma foto ao lado de Deco. Na legenda, escreveu: “Muita qualidade pra uma pessoa só (risos)”.

Deco se desculpa

Mais tarde, em nota oficial, Deco se pronunciou sobre o assunto e pediu “desculpas se se expressou mal”. Confira abaixo a íntegra da nota.

“Sobre as notícias publicadas com relação a Neymar, gostaria de esclarecer que, no contexto da entrevista, acreditei ter deixado claro que seus gostos, preferências e escolhas relacionados à sua vida privada só cabem ele e a mais ninguém. Não tenho nenhuma crítica a ele e peço desculpas se me expressei mal ou se não fui claro o bastante para evitar problemas.Quem acompanha a minha carreira sabe que não tenho o hábito de criticar outros jogadores, especialmente no que diz respeito à sua vida pessoal”.

“Conto com a compreensão de todos vocês”.

“Obrigado”.

Do g1.