BESSA GRILL
Início » Esportes » Com arbitragem polêmica, Palmeiras sai na frente do Santos na decisão

Com arbitragem polêmica, Palmeiras sai na frente do Santos na decisão

26/04/2015 19:01

palmeirasO Palmeiras venceu o Santos por 1 a 0, em São Paulo, neste domingo, no primeiro jogo da final do Paulistão. A arbitragem, mais uma vez, foi alvo de polêmica e reclamação dos dois times.

Os santistas reclamaram de impedimento de Robinho no lance do gol palmeirense – anotado por Leandro Pereira – e do pênalti cometido por Paulo Ricardo no mesmo Leandro Pereira – desperdiçado por Dudu. Os alviverdes contestaram a não marcação de um penal de Geuvânio em Rafael Marques. A atuação do árbitro Vinicius Furlan foi tão contestada que os dois treinadores – Oswaldo de Oliveira e Marcelo Fernandes – foram expulsos no fim do primeiro tempo.

Furlan ainda expulsou o jogador errado no lance do pênalti – David Braz, e não Paulo Ricardo, voltando atrás na decisão somente após muita reclamação e o alerta do árbitro assistente.

A finalíssima será no domingo, na Vila Belmiro, a partir das 16h. O Palmeiras jogará pelo empate. O Santos precisa vencer por dois gols de diferença para ser campeão. Se o Peixe ganhar por um de vantagem, a decisão será nos pênaltis.

Valdivia e Robinho, maiores estrelas de Palmeiras e Santos, respectivamente, não jogaram a primeira partida da decisão e têm a semana inteira para tentarem se recuperar para a grande decisão. A ausência do chileno já era sabida desde sexta-feira, quando fontes do Verdão revelaram ao GloboEsporte.com que ele, com dores no joelho esquerdo, não havia treinado um dia sequer durante a semana. O mistério em torno de Robinho foi ainda maior, com treinos fechados nos dias que antecederam a partida. Segundo o presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, o atacante chegou a fazer um teste no vestiário. Acabou vetado.