BESSA GRILL
Início » Esportes » Botafogo venceu Bangu por 3 a 0,mas René cornetou desempenho do time

Botafogo venceu Bangu por 3 a 0,mas René cornetou desempenho do time

11/02/2015 23:17

reneO Botafogo tem a lamentar duas perdas de jogadores importantes de seu sistema ofensivo, ambos com dores musculares que preocupam. Mas apesar disso, pôde celebrar a ascensão de um velho conhecido e o desencanto do artilheiro. Com ótima atuação de Jobson – coroado com um gol – e dois de Bill, o Alvinegro venceu por 3 a 0 o Bangu, nesta quarta-feira, no Estádio Los Larios, em Xerém, mantendo a tônica de suas atuações na temporada – no que se refere ao bom desempenho do ataque e os sustos proporcionados pela defesa.

Beneficiado pela expulsão do goleiro do Bangu aos 13 minutos de jogo, o Botafogo chegou a 10 pontos em quatro rodadas do Campeonato Carioca e agora se prepara para enfrentar o Friburguense fora de casa, daqui a uma semana. Já a equipe da Zona Oeste joga contra o Nova Iguaçu, também na próxima quarta-feira, tentando sair da marca de quatro pontos.

Antes da partida, René Simões deixou claro que o Botafogo não reclamaria das condições do gramado ou do forte calor. E realmente sem parecer importar-se com essas dificuldades, a equipe repetiu a estratégia de suas três partidas anteriores, impondo pressão desde o início. Logo de cara foi possível ver que o sistema de ataque deu mais um passo rumo ao ajuste. A exceção ainda é Tomas, que novamente esteve apagado na maior parte dos 60 minutos em que esteve em campo.

Como iniciou pressionando o Bangu, o Botafogo não demorou a criar chances de gol. E naquela que foi sua principal oportunidade até então, a equipe passou a ter uma importante vantagem. Numa espécie de retribuição pelo lance do primeiro gol na vitória sobre o Bonsucesso, no último sábado, Diego Jardel deu ótimo passe para Rodrigo Pimpão. O atacante ficou cara a cara com Márcio e, ao fazer o drible, foi derrubado pelo goleiro do Bangu, que recebeu o cartão vermelho, aos 13 minutos de partida.

Com um jogador a mais, o Botafogo ganhou ainda mais espaço para trabalhar o ataque, usando a velocidade como principal arma. Mas Rodrigo Pimpão acabou sendo vítima dela. O atacante sentiu a parte posterior da coxa direita ao dar uma arrancada e foi substituído. René Simões promoveu a entrada de Jobson, que em seu primeiro toque na bola, aos 20 minutos, deu o passe para Bill fazer 1 a 0 para o Alvinegro.

Recuperado de uma lesão muscular que o tirou das duas últimas partidas do Botafogo, Jobson mostrou estar disposto a conquistar seu espaço, após deixar boa impressão na pré-temporada. Com intensa movimentação dos dois lados do campo, o atacante criou outras duas chances de gol, com passes para Bill e Diego Jardel. Mas se cumpria seu papel na frente, o Alvinegro continuava a deixar muito a desejar atrás. Foram constantes as broncas do goleiro Jefferson nos defensores, que, apesar da vantagem numérica, deram muitos espaços na marcação para um adversário que tinha poucos recursos para ameaçar.