BESSA GRILL
Início » Esportes » Belo tenta acabar com histórico de fracassos da Paraíba na Copa SP

Belo tenta acabar com histórico de fracassos da Paraíba na Copa SP

4/01/2013 14:21

A 44ª edição da Copa São Paulo de Juniores começa nesta sexta-feira. Como sempre, é a competição que abre oficialmente o calendário do futebol brasileiro. E assim como acontece desde 1997, a Paraíba luta para conseguir o seu momento de glória, até aqui restrito à vitórias isoladas.

Para se ter uma idéia, nunca um clube do Estado conseguiu avançar de fase. Em contrapartida, coleciona goleadas históricas, como os 9 a 0 que o Corinthians aplicou no Santos de Tereré no ano passado.

E por que não conseguimos brilhar na Copinha? As razões são muitas.

– Falta planejamento, uma preparação adequada. Não é por falta de jogadores. Temos muita qualidade, mas lá enfrentamos equipes fortíssimas e que já vêm em ritmo de competição – alerta o técnico Ramiro Sousa, presente em três edições da Copa São Paulo (em 2006, 2009 e 2010).

O treinador lembra que o futebol paraibano não disputa competições de primeira linha na categoria sub-20, como a Taça Belo Horizonte, o Brasileiro e a Copa do Brasil. Por isso, a diferença é tão grande quando enfrenta times do Sul e do Sudeste, especialmente do eixo Rio-São Paulo.

– Em 2009 fizemos uma preparação diferente. Pegamos o nosso time e enfrentamos os
profissionais de Sport, América-RN, ABC e Treze. O resultado é que fizemos uma campanha muito boa e quase conseguimos a classificação – destacou Ramiro.

De fato, a campanha do CSP naquele ano é uma das poucas a se destacar do futebol paraibano quando o assunto é Copa São Paulo. Para começar, o Tigre saiu invicto da competição, empatando com o Corinthians (que viria a ser campeão) e com o São Carlos, e vencendo o Democrata de Sete Lagoas.

Se depender do Botafogo, a relação entre o futebol paraibano e a Copa São Paulo vai começar a mudar a partir de 2013. A primeira decisão foi mandar força máxima para São Paulo, com jogadores que se destacaram na Copa Paraíba, como o lateral Léo, o zagueiro Sadan e os meias Jackson e Joálisson, que já fazem parte do elenco profissional comandado por Marcelo Vilar.

– O Botafogo vai com força máxima para São Paulo. Com todos os jogadores que têm idade  júnior. Esse ano a competição volta a ser disputada por jogadores até 20 anos, o que nos dá  uma boa base da Copa Paraíba – lembrou Nelson Lira.

Nos últimos anos, a Federação Paulista havia reduzido a idade para 18 anos, o que na opinião de Nelson Lira dificultava ainda mais as coisas para o futebol paraibano.

Outro fator que pode ajudar o Belo em 2013 é o grupo sem nenhum time do top-12 nacional. Nas outras quatro vezes que disputou a Copa São Paulo, o Botafogo enfrentou chaves fortíssimas, com Corinthians (1997 e 2000), Palmeiras (2006) e o Grêmio (2008). Desta vez, o time paraibano vai enfrentar Bahia, Audax-SP e Criciúma.

– A nossa expectativa é muito grande. Temos a consciência de que nosso time é forte e que pode ir longe. Mas vamos dar um passo de cada vez – encerrou Nelson Lira, que reuniu todo o elenco antes da viagem e pediu empenho para honrar a camisa botafoguense.

Será que desta vez a história muda?

redação com G1.