BESSA GRILL
Início » Esportes » Bayern goleia Barcelona em casa e fica a um passo da final da Liga dos Campeões

Bayern goleia Barcelona em casa e fica a um passo da final da Liga dos Campeões

Com dois gols de Thomas Müller, um de Mario Gomez e outro de Arjen Robben, time alemão vence por 4 a 0 no duelo de ida pelas semifinais da competição

23/04/2013 18:50

O Bayern de Munique está muito próximo de disputar a final da Liga dos Campeões pela terceira vez em quatro anos. Nesta terça-feira, o clube alemão se impôs dentro de casa e não tomou conhecimento do Barcelona. Com dois gols de Thomas Müller, um de Mario Gomez e outro de Arjen Robben, presenteou os torcedores que compareceram à Allianz Arena com uma vitória por 4 a 0 que o deixa a um passo da decisão.

O Barcelona tem condições de reverter a desvantagem e chegar à final? Comente

Os espanhóis reclamaram bastante da arbitragem no confronto. No lance do segundo gol do Bayern, alegaram que Gomez estava impedido no momento em que balançou as redes. No terceiro gol alemão, ficaram insatisfeitos com a não marcação de uma falta de ataque de Müller em Jordi Alba.

Mario Gomez chuta para fazer o segundo gol do Bayern de Munique sobre o Barcelona. Foto: MICHAELA REHLE/REUTERS
Lionel Messi esteve apagado na derrota do Barcelona para o Bayern de Munique nesta terça-feira. Foto: Kerstin Joensson/AP
1/22

O fato de Lionel Messi não estar no auge da forma física também comprometeu os planos do Barcelona. O argentino, que sofreu um problema muscular na perna direita no último dia 2 de abril, estava visivelmente fora de ritmo e teve atuação discreta, bem abaixo das que está acostumado a fazer. Pouco incomodou a zaga alemã.

Apesar da derrota, o Barcelona teve maior posse de bola: 63%, contra 37% do rival. Mas o número de finalizações mostra vantagem do Bayern. Os alemães arriscaram 13 chutes, dos quais nove foram ao gol de Victor Valdés. Já os espanhóis tentaram apenas quatro finalizações e acertaram a meta duas vezes.

A partida de volta entre os dois times acontecerá na próxima quarta-feira (dia 1º de maio). O duelo será realizado no Camp Nou, estádio do Barcelona, que precisará ganhar por cinco gols de diferença para reverter a situação e se classificar à decisão.

O jogo

O Bayern entrou em campo disposto a repetir o que fez dentro de casa na fase anterior, no duelo contra a Juventus, quando tomou a iniciativa e chegou à vantagem logo no início. A primeira chance de gol veio logo aos três minutos. Após tabela com Javi Martinez, Robben apareceu na pequena área e bateu forte com a esquerda. O chute, no entanto, foi em cima de Victor Valdés, que fez a defesa.

O Barcelona finalizou pela primeira vez aos nove minutos, com uma cabeçada de Piqué que não ofereceu perigo ao gol de Neuer. Apesar de ter maior posse de bola, os espanhóis apresentavam dificuldade para superar a forte marcação alemã e chegar à área adversária. O Bayern, por sua vez, começava a tentar jogar pelo alto com mais frequência.

MICHAELA REHLE/REUTERS

Müller cabeceia para abrir o placar para o Bayern

Não demorou para a tática alemã dar resultado. Foi pelo alto, aos 24 minutos de jogo, que os bávaros abriram o placar. Após cobrança de escanteio de Ribéry, a bola sobrou para Robben, que fez novo levantamento para a área. Na disputa pelo alto entre brasileiros, Dante levou a melhor sobre Daniel Alves e escorou de cabeça para a direita, onde Thomas Müller apareceu para finalizar de cabeça. Valdés ainda chegou na bola, mas não conseguiu defender.

Quatro minutos depois de sofrer o gol, o Barcelona chegou com perigo na área alemã. Depois de fazer ótima jogada pela linha de fundo, Pedro cruzou por baixo para Messi. O melhor jogador do mundo, no entanto, acabou sendo desarmado por Dante. Aos 43 minutos, Sánchez recebeu pela linha de fundo e cruzou para o argentino dentro da área. Desta vez, quem afastou foi Boateng.

O Bayern levou a vantagem de 1 a 0 para o intervalo. Na volta para o segundo tempo, precisou de apenas quatro minutos para ampliar a superioridade sobre o Barcelona. Após cobrança de escanteio de Robben, Thomas Mülle, autor do primeiro gol, desviou para a pequena área. Mario Gomez só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes.

Os jogadores do Barcelona reclamaram bastante do lance, alegando que Gomez estava impedido no momento em que finalizou. A revolta ficou ainda maior aos 27 minutos da etapa complementar, quando o Bayern chegou ao terceiro gol. Robben fez bela jogada pela direita, cortou Jordi Alba dentro da área e tocou na saída de Valdés. Os espanhóis, no entanto, reclamaram de uma falta de ataque de Thomas Müller durante o drible do holandês.

O Barcelona acusou o golpe e viu a situação ficar ainda mais complicada nove minutos depois, quando o Bayern chegou ao quarto gol. Após arrancar pela esquerda, o lateral Alaba cruzou rasteiro para Thomas Müller, bem colocado, ganhar a disputa com a defesa adversária e empurrar de carrinho para o fundo do gol.

FICHA TÉCNICA – BAYERN DE MUNIQUE 4 X 0 BARCELONA
Local:
 Estádio Allianz Arena, em Munique, Alemanha
Data: 23 de abril de 2013, terça-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Viktor Kassai (Hungria)
Assistentes:  Gyorgy Ring e Robert Kispal, ambos da Hungria
Cartões amarelos: Mario Gomez, Javi Martínez, Schweinsteiger (Bayern de Munique); Bartra, Sanchez, Iniesta, Jordi Alba (Barcelona)

GOLS
Bayern de Munique:
 Thomas Müller (23 do 1º tempo), Mario Gomez (3 do 2º tempo), Arjen Robben (26 do 2º tempo) e Thomas Müller (34 do 2º tempo).

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer; Lahm, Boateng, Dante e Alaba; Javi Martínez, Schweinsteiger, Robben, Muller (Pizarro) e Ribery (Shaqiri); Mario Gomez (Luiz Gustavo)
Técnico: Jupp Heynckes

BARCELONA: Valdés; Daniel Alves, Piqué, Bartra e Alba; Xavi, Busquets e Iniesta; Pedro (Villa), Messi e Sánchez
Técnico: Tito Vilanova