BESSA GRILL
Início » Esportes » Barcelona supera Real, Boca e Milan para ser maior campeão internacional

Barcelona supera Real, Boca e Milan para ser maior campeão internacional

14/08/2015 00:04

 

O Barcelona venceu o Sevilla por 5 a 4 na tarde desta terça-feira em Tbilisi, na Geórgia, e conquistou o título da Supercopa da Espanha 2015. O argentino Lionel Messi foi um dos principais destaques da partida com dois lindos gols de falta no primeiro tempo, mas quem garantiu o título para a equipe catalã foi o atacante Pedro, que marcou o quinto gol aos 9 minutos do segundo tempo da prorrogação.barcelona_5_4_sevilla_02

Logo no início da partida, o Sevilla surpreendeu e saiu na frente com um gol de falta em cobrança perfeita de Ever Banega aos 3 minutos. A vantagem, porém, durou pouco, assim como o impacto do belo chute do argentino. Isso porque, na sequência, em poucos minutos, seu compatriota Messi virou o jogo com duas cobranças ainda mais impressionantes aos 7 e 16 minutos, ambas sem chances de defesa.

À frente no placar, o Barcelona passou a dominar a partida e ainda ampliou para 3 a 1 antes do intervalo, com o brasileiro Rafinha marcando após ótima assistência de Luis Suárez. Na volta para o intervalo, a vantagem virou goleada com o gol do próprio Suárez aos 7 minutos, fazendo crer que o jogo estava definido.

O Sevilla, porém, não se entregou e conseguiu fazer o segundo aos 12 minutos da etapa final. Aos 27, chegou ao terceiro em cobrança de pênalti batido por Kevin Gameiro. E, finalmente, aos 36, conseguiu deixar o placar empatado em impressionantes 4 a 4 com Yevheniy Konoplyanka, levando a decisão para a prorrogação.barcelona_5_4_sevilla_01

Durante o primeiro tempo da etapa complementar, o Sevilla conseguiu manter seu bom desempenho da reta final, enquanto o Barcelona buscava se reencontrar no jogo, mas nenhuma das duas equipes conseguiu mudar o placar. Somente aos 9 minutos do segundo tempo o Barça conseguiu voltar a ficar na frente.

Dessa vez, Messi errou a cobrança de falta, que bateu na barreira. No rebote, ele chutou forte, o goleiro Beto fez boa defesa, mas soltou a bola e o atacante Pedro chegou para marcar o quinto e garantir o título para o Barcelona, o quarto da equipe do técnico Luis Enrique em 2015 depois do Campeonato Espanhol, da Copa do Rei e da Liga dos Campeões.

 

www.reporteriedoferreira.com Agências